Paulista A2: Dupla de atacantes pega gancho, mas XV de Piracicaba promete recorrer

Kadu Barone e Raphael Macena foram julgados pelo TJD-SP e punidos com quatro e dois jogos de suspensão, respectivamente

por Agência Futebol Interior

Piracicaba, SP, 26 (AFI) - Os atacantes do XV de Piracicaba, Kadu Barone e Raphael Macena, foram julgados pelo TJD-SP e punidos com quatro e dois jogos de suspensão, respectivamente. Eles deverão cumprir os ganchos no Paulista A2.

A audiência de Kadu Barone, por conta da expulsão na segunda partida das semifinais da Copa Paulista, diante do Mirassol, ocorreu no último dia 19, enquanto a de Raphael Macena, expulso no embate final contra o São Caetano, foi realizada na última segunda-feira.

Como já cumpriu a automática no duelo seguinte, Kadu Barone ficaria fora das três primeiras rodadas do Paulista A2. Já o artilheiro quinzista seria desfalque para os dois compromissos iniciais do Nhô Quim.

Foto: Divulgação - Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
O departamento jurídico do clube, no entanto, pedirá a reversão das penas em entregas de cestas básicas. O preparador físico Rildo Dionízio, também excluído nas semifinais da Copa Paulista, pegou dois jogos de gancho, um já cumprido.

“É bom deixar claro que são duas situações diferentes. No caso do Macena, nós conseguimos desqualificar o artigo, que seria apontado como agressão, assim como foi o do Kadu, no qual a pena varia de quatro a 12 jogos. Diante disto, o Macena foi julgado por atitude hostil e os resultados foram distintos”, disse o advogado quinzista, Ramon Bisson.