Paraense: Remo desliga dois jogadores e vê técnico entrar com ação trabalhista

por Agência Futebol Interior

Belém, PA, 12 (AFI) - Apesar de estar próximo da classificação às semifinais do Campeonato Paraense, o Remo acordou cercado de polêmicas. Primeiro, foi informado que o técnico Givanildo Oliveira entrou com uma ação trabalhista, solicitando R$ 130 mil. Além disso, o volante Welton e o lateral-esquerdo Victor Luiz deixaram o elenco azulino.

O experiente treinador, campeão do Baenão com o Leão e atualmente no América Mineiro, solicita as verbas indenizatórias num processo que corre em João Pessoa, na Paraíba. Por conta disso, o departamento jurídico remista entrou com uma defesa processual e busca que o processo seja julgado em Belém.

Givanildo Oliveira - Foto: Ascom / Remo
Givanildo Oliveira - Foto: Ascom / Remo
SAÍDAS
Os dois atletas que deixaram o elenco tinham importâncias distintas dentro do plantel.

Welton estava emprestado pelo Londrina e tinha participado cinco partidas, três como titular e duas entrando ao longo dos jogos. Foram quatro pelo Estadual e uma pela Copa do Brasil.

Victor Luiz estava no Septemvri Sofia, da Bulgária. Sem conseguir vencer a concorrência de Tiago Félix e Ronaell, foi relacionado para apenas um jogo, mas jamais entrou em campo.