Após 11 meses, diretor das categorias de base da Ponte Preta pede renúncia

Jaime Tadao chegou ao cargo mediante indicação do ex-presidente José Armando Abdalla Júnior

por Lucas Rossafa

Campinas, SP, 04 (AFI) - Jaime Tadao entregou, na tarde da última terça-feira, carta de renúncia da diretoria das categorias de base da Ponte Preta.

O cartola, anunciado oficialmente em 08 de janeiro de 2019, no início do segundo ano da gestão de José Armando Abdalla Júnior, deixa o cargo após 11 meses.

O profissional, membro da antiga diretoria, desligada no início de novembro, não havia sido convidado pela ala de Sebastião Arcanjo, o novo presidente, para permanecer - a Macaca ainda não se manifestou oficialmente a respeito do caso.

Tadao não é mais diretor da base da Ponte Preta
Tadao não é mais diretor da base da Ponte Preta

"Repito as palavras que disse quando entrei para a nossa diretoria: sempre estive ajudando a nossa Ponte Preta e, independentemente de estar ou não na diretoria, vou sempre colaborar com a nossa Macaquinha mais querida do Brasil", falou Tadao, no dia em que foi confirmado.

"Acredito que uma boa base, integrada com o futebol profissional, é fundamental para as pretensões de qualquer time e trabalharemos muito para melhorar o que já é bom", emendou.

COPINHA

Enquanto a Alvinegra não define o substituto, os jogadores da base já estão em processo de treinamento de olho na estreia da Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2020.

Sediada em Osvaldo Cruz, o clube campineiro estreia no torneio mais tradicional da base contra o time da casa, em 03 de janeiro, sexta-feira, às 17h. Os demais integrantes da chave são Londrina e São José-RS.