Barretos 2 x 2 Portuguesa Santista - BEC abre dois, mas leva o empate e se complica

Após fazer 2 a 0, o Barretos sofreu o empate da Briosa na segunda etapa e precisará vencer fora de casa

por Agência Futebol Interior

Barretos, SP, 13 (AFI) - Com muita emoção, Barretos e Portuguesa Santista ficaram no empate por 2 a 2 na noite desta sexta-feira, no jogo de ida da semifinal do Campeonato Paulista da Série A3. O confronto aconteceu no estádio Fortaleza, em Barretos. Os mandantes abriram 2 a 0, mas sofreram o empate no segundo tempo.

Com a igualdade no placar, a Portuguesa Santista jogará por um novo empate no jogo de volta, já que possui vantagem por ter melhor campanha. O segundo jogo acontecerá no estádio Ulrico Mursa, em Santos, às 20h do próximo sábado.

TOURO ABRE VANTAGEM
O jogo começou com os dois times estudando o jogo e se arriscando pouco nas subidas ao ataque, tentando de longa distância. João Henrique e Hugo arriscaram para o Barretos de longa distância nas primeiras chances do jogo. A Portuguesa chegou bem aos 20 minutos, com Tufa, também batendo de fora da área.

Aos 22 minutos, João Henrique cabeceou com perigo para o Barretos e assustou. O Touro seguia tentando. João Henrique cobrou falta de longe aos 26 minutos e mandou para fora.Aos 28 minutos a arbitragem marcou pênalti para o Barretos. André Luis cruzou e a bola pegou na mão de Gustavo Henrique. Na cobrança, Gabriel Barcos não vacilou e abriu o placar para o Barretos.

Barretos e Portuguesa Santista ficam no 2 a 2
Barretos e Portuguesa Santista ficam no 2 a 2

O jogo seguiu movimentado. Aos 32 minutos a Briosa quase empatou. Willian se jogou nos pés de Anderson Magrão para fazer a defesa. Aos 39 minutos, Carlos Alberto levou perigo em cobrança de falta e Willian salvou mais uma. Apesar da pressão, o Barretos ampliou, aos 43 minutos, novamente com Gabriel Barcos batendo pênalti. Desta vez, a arbitragem marcou falta de Cleyton e Barcos guardou novamente.

PRESSÃO DA BRIOSA
A Portuguesa voltou com tudo do intervalo. Aos 3 minutos foram dois lances. Carlos Alberto bateu falta com perigo e ganhou escanteio. Na cobrança, Dema cabeceou e Willian salvou em cima da linha. Aos 5 minutos, mais da Briosa. Romulo cabeceou com perigo para fora. A pressão teve efeito e Rafael Ferro diminuiu o placar aos 9 minutos. A bola sobrou na área e Ferro mandou para as redes.

A Briosa seguiu no ataque. Aos 11, Carlos Alberto bateu marcado e teve chance. Aos 14, Diego Palhinha bateu por cima com muito perigo e assustou mais uma vez. Zezinho, que havia acabado de entrar no Barretos, deu movimentação ao time e bateu com perigo aos 18 minutos.

O BEC conseguiu equilibrar o jogo. Aos 34 minutos, Batata teve boa chance, mas desperdiçou. No mesmo minuto, Zezinho cruzou fechado com perigo, mas ninguém completou. Aos 35 minutos, Gustavo Henrique, que já tinha amarelo, fez nova falta e foi expulso, deixando a Briosa com um jogador a menos em campo.

O Barretos pressionava. Aos 37 minutos, quase que Gustavo Henrique marcou em cabeceio, que parou na trave. Aos 40, Zezinho fez jogada com Gabriel e bateu com muito perigo. Mas a Briosa conseguiu o empate. A zaga do Barretos vacilou aos 41 minutos e Rodriguinho pegou sobra na área para marcar. João Henrique tentou responder aos 45 minutos, mas não marcou para o BEC. O Barretos chegou a marcar no fim, mas a arbitragem assinalou impedimento e ficou nisso, empate por 2 a 2.

Ficha Técnica

Fase
Semifinal
Rodada
1ª rodada
Data
13/04/2018
Horário
20h00
Local
Fortaleza - Barretos (SP)
Árbitro
Alessandro Darcie

Assistentes
Marco Antonio de Andrade Motta Junior e Mauro André de Freitas

Cartões Amarelos
Portuguesa Santista: Tufa, Gustavo Henrique, Clayton, Rodriguinho

Cartões Vermelhos
Portuguesa Santista: Gustavo Henrique
Gols
Barretos: Gabriel Barcos 29' 1T, Gabriel Barcos 42' 1T
Portuguesa Santista: Rafael Ferro 9' 2T, Rodriguinho 41' 2T
Barretos
Willian;
Crystian (Gabriel Inocêncio), Eder, Guilherme Paraíba e Alex Barros;
Ualefi, Felipe Merlo e Hugo (Zezinho);
André Luis, Gabriel Barcos (Batata) e João Henrique.
Técnico: Paulinho McLaren
Portuguesa Santista
Cleyton;
Rafael Ferro, Dema, Gustavo Henrique e Rômulo;
Diogo Lopes, Tufa, Renan Morales (Laionel) e Carlos Alberto;
Anderson Magrao (Rodriguinho) e Diego Palinha (Carlinhos).

Técnico: Sérgio Guedes