Seleção da A3 vem com técnico revelação e volantes artilheiros

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 18 (AFI) - Assim como na rodada passada, os meias foram o principal ponto de destaque das equipes na 13ª rodada da Série A3.

Em uma rodada com baixa média de gols, apenas 1,9 por jogo, os volantes se destacaram novamente, e a seleção da A3 vem no 4-4-2 com uma meia-cancha balanceada, tendo dois armadores e dois volantes que sabem marcar e sair para o jogo com qualidade e instinto matador.

Clique e confira o noticiário completo da Série A3!

Rodrigo César, da Ferroviária, e Cenedesi, do Comercial, ambos marcaram gols pelas suas equipes, garantindo resultados importantes nos jogos desta quarta-feira.
Na zaga, o destaque fica para o zagueiro Cazão, que teve boa atuação pela Francana além de ter marcado o gol de sua equipe no empate por 1 a 0 contra o Comercial. Comandando a seleção da Série A3, vem Wagner dos Anjos (foto), que conseguiu ressuscitar o Força e venceu o bom time do Batatais por 4 a 0 nesta rodada, tirando a equipe de Caieiras da zona de rebaixamento. A quatro pontos do G8, a classificação ainda é um sonho distante, porém possível.

Confira os melhores da 13ª rodada:

Goleiro: Gustavo (Comercial) - Fez um bom jogo diante da Francana. Seguro debaixo dos postes, salvou o time do Comercial em pelo menos três chances claras de gol, sendo um dos destaques do empate por 1 a 1 contra a equipe de Franca.

Lateral-direito: João Paulo (Francana) - Sempre presente no ataque da equipe de Franca, João Paulo fez bons cruzamentos na ponta-direita. Coroando sua boa atuação, o jogador chegou a fazer fila na defesa do Comercial, dando um lindo tapa na bola que encobriu o goleirão adversário, mas a bola bateu na trave, evitando o que seria um gol de placa pela Veterana.

Zagueiro: Cazão (Francana) - Comandante do sistema defensivo da Veterana, ainda teve tempo para subir ao ataque e deixar a sua marca no jogo contra o Comercial. Muito seguro ao longo da partida, dando tranquilidade aos parceiros de defesa.

Zagueiro: Cris (Portuguesa Santista) - Teve atuação segura na zaga da Portuguesa Santista. Bem posicionado, cortou vários cruzamentos perigosos da equipe do Bandeirante, e quase deixou sua marca quando foi ao ataque.

Lateral-esquerdo: Pereira (Força) - Fez muito bem a marcação pelo lado esquerdo da defesa do Força. Foram raras as chances do ataque do Batatais pelo seu setor. Durante a partida ainda deu altenativa aos meias da equipe de Caieiras.

Volante: Rodrigo César (Ferroviária) - Comandou a marcação no meio-de-campo da Ferroviária, não deixando os atacantes da Itapirense criarem muitas jogadas de perigo. Além disso, fez o gol da vitória aos 41 minutos do segundo tempo.

Volante: Cenedesi (Comercial) - Um leão na marcação, Cenedesi também distribuiu o jogo com qualidade, além de ter marcado o gol do Comercial no empate diante da Francana fora de casa.

Meia: Flávio (Taubaté) - Foi o principal jogador do Burro da Central na importante vitória sobre o Verdinho. Mesmo quando o time estava atrás do placar, o meia chamou a responsabilidade para si e arriscou vários chutes de longa distância. Acabou sendo recompensado com o primeiro gol, o de empate, logo no começo do segundo tempo.

Meia: Givanildo (XV de Piracicaba) - quando ele joga o Nhô Quim sempre tem outra cara e desta vez não foi diferente. Comandou as jogadas de ataque e fez o primeiro gol do XV de Piracicaba.

Atacante: Ethiê (Força) - Desde que chegou ao Força mudou a equipe de Caieiras. Foi o nome do jogo na goleada sobre o Batatais. Deu muito trabalho à defesa do Fantasma. Fez dois gols na partida, mas poderia ter feito mais, não fosse a trave.

Atacante: Paulinho (XV de Piracicaba) - Jogou muita bola contra o Lemense. Além de chutar várias vezes ao gol do adversário, criou diversas oportunidades para o XV de Piracicaba fazer gols. A jogada do primeiro gol saiu de seus pés, ao cruzar na medida para Givanildo.

Técnico: Wágner dos Anjos (Força) - Demorou para engrenar, mas o Força finalmente vem demonstrando potencial na Série A3 do Paulista. Wágner dos Anjos assumiu a equipe na quinta rodada, e na oitava, começou uma séria invicta de seis partidas com a vitória sobre o Bandeirante, por 2 a 1.

Wágner dos Anjos é um dos principais responsáveis pela reabilitação do Força, tendo indicado vários jogadores para a equipe e transformando um grupo que só perdia em uma das equipes mais temidas da Série A3. Resta saber se a reação do Força não começou tarde demais, mas a equipe ainda tem chances de avançar à próxima fase da competição, estando a apenas quatro pontos do G8.