Série C: "Juntando cacos", Mogi Mirim não deve ter novidades contra o Botafogo-SP

Sapo continua sem uma parceria forte que atraia novos jogadores para o elenco do técnico Mário Júnior

por Agência Futebol Interior

Osasco, SP, 19 (AFI) - Se o torcedor do Mogi Mirim esperava que após a estreia no Campeonato Brasileiro da Série C mais jogadores chegariam ao elenco, sem enganaram. Uma semana após o empate por 0 a 0 com o São Bento, o Sapo deve ter a mesma escalação diante do Botafogo-SP, em Ribeirão Preto, pela segunda rodada da competição.

O Mogi Mirim tem o menor elenco entre os clubes que disputam a Série C, com apenas 15 jogadores devidamente inscritos no BID (Boletim Informativo Diário) da CBF. Não bastasse isso, o time ainda enfrenta graves problemas financeiros e não arcou sequer com a taxa de arbitragem no confronto da primeira rodada.

Para diminuir custos, o time realizou todos os treinamentos da semana em São Paulo, cidade próxima de Osasco, onde o Sapo mandará suas partidas na competição. No CT do Palmeiras, o técnico Mário Júnior cobrou os atletas em quesitos físicos e técnicos.

Contra o Botafogo, o Mogi Mirim tentará por fim em um tabu de cinco anos sem vitórias diante do adversário paulista. Para isso, Mário Júnior levará a campo Poti; Rodrigo, Emerson, Motta e Matheus; Vinícius, Régis, Galego e Felipe; Vitinho e Gustavo.