Segundona: Técnico do Itapirense projeta reabilitação e primeira vitória na 2ª fase

Após o empate sem gols com o Catanduva, Luis dos Reis projeta vitória diante do Fernandópolis

por Agência Futebol Interior

Itapira, SP, 12 (AFI) - Após o empate sem gols com o Catanduva, mesmo jogando em pleno Estádio Coronel Francisco Vieira, o Itapirense volta a campo neste domingo (14) quando enfrenta o Fernandópolis, fora de casa, e irá busca a sua primeira vitória na segunda fase do Campeonato Paulista da Segunda Divisão. Para isso, o técnico Luis dos Reis fez uma analise do jogo passado e já projetou o próximo jogo.

"É claro que jogando em casa teríamos uma grande vantagem saindo com a vitória, brigamos por isso, mas também passei aos atletas que não podemos ficar a mercê da arbitragem. Tivemos algumas chances e temos que aprimorar isso em um time que quer chegar. Desde que cheguei tivemos algumas mudanças, o time se encaixou e por isso classificou bem. Agora a gente sabe que é uma competição mais difícil, são equipes que chegaram onde chegaram porque mereceram", comentou o comandante.

Técnico do Itapirense projeta reabilitação e primeira vitória na 2ª fase
Técnico do Itapirense projeta reabilitação e primeira vitória na 2ª fase
MAIS ESPAÇO
Segundo o treinador, a Vermelinha tem conseguido atuar melhor fora de casa pelo fato de ter mais espaço e liberdade para desenvolver seu estilo de jogo, de muita posse de bola e jogadas trabalhadas.

"Acredito que jogar dentro da nossa casa é mais complicado porque o adversário vem fechado, esse último jogo foi assim. Além de fechado, eles travaram muito o jogo e a arbitragem também deixou de dar algumas faltas à nossa equipe. Mas acredito que nosso time vem bem fora, tivemos apenas uma derrota e até de forma injusta, pois jogamos bem e criamos. O adversário em casa se expõe mais, e nossa equipe gosta de jogar, não jogamos só por uma bola, então acredito que isso vai nos favorecer no domingo", completou Luis dos Reis.

A partida entre Itapirense e Fernandópolis está marcada para domingo (14), às 10h.