Meia de 16 anos do Flu festeja convivência com Ganso e diz se inspirar em Pirlo

Miguel marcou dois gols no triunfo por 3 a 1 sobre o Grêmio Osasco, no CT do clube na Barra da Tijuca

por Agência Estado

Rio de Janeiro, RJ, 05 - Em preparação para a retomada do Campeonato Brasileiro, o Fluminense viu um jovem, de 16 anos, roubar a cena em jogo-treino disputado na última quarta-feira. O meia Miguel marcou dois gols no triunfo por 3 a 1 sobre o Grêmio Osasco, no CT do clube na Barra da Tijuca. Nesta sexta-feira, concedeu entrevista coletiva e afirmou estar realizando seus sonhos ao participar das suas primeiras atividades entre os profissionais.

"Vejo tudo isso como positivo, porque é um sonho e só de estar no profissional com essa idade, ainda mais no Fluminense, que me abriu as portas, me acolheu, acreditou em mim. Vejo isso como motivação, pois mesmo tão cedo, acreditaram em mim", afirmou.

Miguel fez a sua estreia entre os profissionais pelo Fluminense no confronto em que o time foi eliminado nas oitavas de final da Copa do Brasil pelo Cruzeiro. E ele já planeja passos bem maiores no clube, marcando o seu nome no time, antes da desejada transferência ao futebol europeu.

Foto: Lucas Merçon/ FFC
Foto: Lucas Merçon/ FFC
"A gente planeja isso, fazer história no clube e depois pensar na Europa. O Fluminense é um clube que sempre nos acolheu e nosso pensamento é ficar aqui no futebol profissional, para crescer na carreira", disse.

INSPIRAÇÃO
No Fluminense, Miguel vem tendo a chance de conviver com Paulo Henrique Ganso, um jogador que admirava na sua infância. "Muito bom, nunca tinha sentindo isso, lá pelos meus 8 anos, ele já estava brilhando, sendo considerado um dos melhores do país. Estar jogando ao lado dele é muito bom, ele sempre está me aconselhando e receber esse apoio é muito importante", disse.

Com um dos gols no jogo-treino tendo sido marcado em cobrança de falta, Miguel revelou que se inspira na batida na bola do italiano Pirlo. "Confesso que nos últimos tempos, tenho treinado pouco, mas sempre foi uma característica minha dentro de campo, de cobrar falta, lateral. Como inspiração, gosto muito do Pirlo, a batida sempre foi diferenciada", concluiu.