Fluminense 2 x 2 Argentinos Juniors-ARG - He-Man usa a cabeça e salva o Flu

Rafael Moura marcou os dois gols do Fluminense, ambos de cabeça, e evitou uma derrota na estreia da LIbertadores

por Agência Futebol Interior

Rio de Janeiro, RJ, 09 (AFI) - Não foi a estreia que a torcida do Fluminense esperava. O Tricolor das Laranjeiras esteve duas vezes atrás do placar, mas com dois gols de cabeça do atacante Rafael Moura, empatou com o Argentino Juniors na noite desta quarta-feira, no Engenhão, pela primeira rodada da Copa Libertadores. O baixinho Niell marcou os dois gols do time argentino, também de cabeça.

Com o empate, Fluminense e Argentinos Juniors somam um ponto no Grupo 3. América, do México, e Nacional, do Uruguai, completam a primeira rodada da chave na próxima quarta-feira, à uma hora da madrugada (horário de Brasília), no Estádio Azteca, no México.

Isso é Libertadores!
O time carioca assumiu o papel de dono da casa e começou pressionando. Aos cinco minutos, Mariano chegou na linha de fundo pela direita, cruzou com perigo e Willians quase conseguiu desviar para o gol. A partida começou bastante movimentada e o time argentino era perigoso no contra-ataque. Aos 11, Salcedo recebeu passe dentro da área, bateu de primeira para o gol e Diego Cavalieri segurou firme.

O jogo seguia equilibrado no Engenhão. Com forte marcação, o Argentinos Juniors dificultava a vida do Tricolor, que apesar de possuir maior posse de bola pouco incomodava o goleiro Navarro. Aos 21 minutos por pouco o atacante Rafael Moura não tirou o zero do placar. O atacante chutou rasteiro da entrada da área, Navarro rebateu a defesa argentina afastou na sequência. Três minutos depois, Souza cobrou falta e a bola passou perto, tirando tinta do travessão.

A torcida tricolor tomou um susto aos 36, quando o time argentino por pouco pouco não abriu o placar. Niell dividiu a bola dentro da área, ela passou pelo goleiro Diego Cavalieri e foi entrando mansamente. Em cima da linha o zagueiro André Luis apareceu dando um chutão e afastando o perigo. Os jogadores do Argentinos Juniors ficaram pedindo o gol.

Se o jogo já estava difícil para o Fluminense, ficou ainda mais complicado no final do primeiro tempo. Aos 43 minutos Niell recebeu cruzamento, subiu sozinho e cabeceou para o fundo do gol. A bola ainda desviou em Diguinho e enganou Diego Cavalieri, fazendo o primeiro gol do time argentino.

He-Man faz a diferença
Na volta do intervalo, Muricy Ramalho trocou Williams por Rodriguinho para tentar dar mais agressividade ao ataque. O Fluminense voltou com mais atitude e teve boa chance logo aos dois minutos. Souza cruzou em direção ao gol, a bola foi desviada e Navarro se esticou no canto esquerdo para fazer a defesa e impedir o empate.

O time argentino abusava da catimba para fazer o tempo passar e segurar o excelente resultado. Mas aos 13 minutos o Flu deixou tudo igual no Engenhão. Carlinhos cruzou da esquerda, Rafael Moura ganhou de seu marcador e cabeceou para as redes, contando ainda com a ajuda do goleiro.

O gol da virada por pouco não saiu no minuto seguinte. Mariano chegou em velocidade, chutou para o gol e Navarro se esticou para evitar a virada, desviando com a ponta dos dedos pela linha de fundo e se redimindo da falha no gol tricolor. Aos 18, Rodriguinho chutou bem e a bola passou com perigo.

A pressão do Fluminense era muito grande, mas no contra-ataque o Argentino Juniors fez o segundo e deu uma ducha de água fria na torcida tricolor. Aos 25 minutos Niell aproveitou cruzamento da direita e cabeceou no segundo pau, após falha de Diego Cavalieri na saído do gol. Mas não deu nem tempo para comemorar e Rafael Moura deixou tudo igual novamente aos 28 minutos, marcando de cabeça após cruzamento de Mariano.

Próximos jogos
O Fluminense volta a campo pela Libertadores no próximo dia 23, contra o Nacional-URU, às 22 horas, novamente no Engenhão. O Argentinos Juniors, por sua vez, joga no dia seguinte, contra o América-MEX, em casa, no mesmo horário.

Ficha Técnica

Fluminense 2 x 2 Argentinos Juniors-ARG

Local: Estádio Engenhão, no Rio de Janeiro-RJ
Público: 14.031
Renda: R$ 681.050,00
Árbitro: Carlos Torres (Paraguai)
Assistentes: Nicolás Yegros e César Franco (Paraguai)
Cartões amarelos: Torren, Navarro, Oberman, Gentiletti (Argentinos Júniors); André Luís, Rafael Moura, Edinho (Fluminense)
Gols: Niell, aos 43'/1T e 25'/2T (Argentino Juniors); Rafael Moura, aos 13'/2T e 28'/2T (Fluminense)

Fluminense
Diego Cavalieri; Mariano, Gum, André Luis (Marquinhos) e Carlinhos; Edinho, Diguinho, Souza (Valencia) e Darío Conca; Willians (Rodriguinho) e Rafael Moura.
Técnico: Muricy Ramalho

Argentinos Junior
Navarro; Sabia, Torren, Gentiletti e Prósperi; Mercier, Basualdo (Bogado), Escudero (Berardo) e Oberman (Hernández); Salcedo e Niell.
Técnico: Pedro Troglio

 
 
" />