Dérbi 193: Herói da última vitória do Guarani relembra jogo: "Inesquecível"

O jogador saiu do banco de reservas para escrever seu nome na história do dérbi

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 14 (AFI) - O dia 29 de abril de 2012 entrou para a história dos dérbis. Em jogo realizado no Brinco de Ouro da Princesa, o Guarani venceu a Ponte Preta, por 3 a 1, de virada, e garantiu vaga na final do Campeonato Paulista - seria derrotado pelo Santos na decisão. O "Dérbi do Século", como foi chamado, não sai da cabeça dos torcedores bugrinos. Afinal, marcou a última vitória alviverde sobre seu maior rival.

O Portal FUTEBOL INTERIOR programou uma cobertura diferente para o dérbi também pela Rádio FUTEBOL INTERIORRádio FI. O apoio é da Acácia Auto Peças e Pizza do Dadá.

ESPECIAL PARA SEMPRE
Mas o "Dérbi do Século" é especial principalmente para uma pessoa. Luiz Carlos Medina, chamado apenas por Medina no mundo da bola, escreveu seu nome na história de um dos mais tradicionais clássicos do futebol brasileiro.

E ninguém - nem mesmo ele - imaginava que isso aconteceria com o jogador nascido em Jaraguá do Sul-SC e que havia desembarcado em Campinas por empréstimo junto ao Avaí.

Medina saiu do banco de reservas para escrever seu nome na história do dérbi. Aos 28 minutos do primeiro tempo, Fumagalli sentiu uma contusão e Oswaldo Alvarez surpreendeu ao colocar o meia, que também podia atuar como lateral.

Depois disso, a Ponte Preta abriu o placar com Caio, mas Fábio Bahia deixou tudo igual no início do segundo tempo. Foi aí que brilhou a estrela de Medina, autor de dois gols.

"Estava no banco e entrei no lugar do Fumagalli, um cara que é ídolo da torcida e vinha fazendo um campeonato. Eu acho que Deus tinha reservado aquilo para mim. Quando entrei deu tudo certo.

Fiz os dois gols que levaram o Guarani para a final e deixei meu nome na história do dérbi. Foi emocionante e marcante, porque até hoje os torcedores lembram e me respeitam", contou o herói bugrino ao Portal Futebol Interior.

Herói da última vitória do Guarani relembra dérbi:
Herói da última vitória do Guarani relembra dérbi: "Inesquecível"

É DIFERENTE!
Apesar de já ter disputado outros clássicos ao longo da sua carreira (Avaí x Figueirense - defendendo o Avaí - e Náutico x Santa Cruz e Sport - defendendo o Náutico), Medina acredita que o dérbi campineiro é especial.

Ele lembrou como é a semana que antecede ao jogo, as cobranças dos torcedores e também a importância de uma vitória para os clubes.

"A semana que antecede um dérbi é sempre diferente. A cidade para, os torcedores cobram mais. A gente sabe da rivalidade que tem em Campinas, é muito grande. A semana é tensa, mas os jogadores têm que ter a cabeça tranquila.

Ninguém quer perder o dérbi porque é muito importara para o clube e também para os torcedores", disse Medina.

PALPITE?
Hoje defendendo o Sampaio Corrêa-MA, o jogador mostra que acompanha o Guarani mesmo de longe. Ao ser questionado sobre um palpite para o dérbi deste sábado, no Moisés Lucarelli, Medina falou que o Bugre precisa da vitória para manter chances de classificação às quartas de final do Campeonato Paulista e por isso apostou em um resultado positivo.

"Meu palpite é na vitória do Guarani. Eu acho que o Guarani vai ganhar, porque está precisando da vitória para seguir disputando a classificação. Não posso falar um resultado, mas estou na torcida por uma vitória do Bugre", finalizou o herói bugrino.

O dérbi deste sábado será o de número 193 e a vantagem é bugrina: são 66 vitórias contra 62 da Ponte Preta, além de 63 empates e um resultado desconhecido.