Série B: Venda de Róger Guedes, do Atlético-MG, rende R$ 12 milhões ao Criciúma

O artilheiro do Campeonato Brasileiro foi formado nas categorias de base do Tigre e deixao Brasil rumo ao futebol chinês

por Agência Futebol Interior

Criciúma, SC, 13 (AFI) – A venda de Róger Guedes para o futebol chinês não rendeu uma boa grana apenas para Palmeiras e Atlético-MG. O Criciúma, que ainda detinha parte dos direitos econômicos do jogador, também faturou com a transação.

O Tigre irá receber cerca de 2,7 milhões de euros, ou aproximadamente R$ 12 milhões. A divisão, no entanto, não é simples. O Criciúma era quem tinha a maior porcentagem dos direitos do jogador, com 75%, mas recebeu menos do que o Palmeiras.

De qualquer forma, o dinheiro chega em boa hora para o clube catarinense, que não contava com essa quantia entrando no caixa neste momento.

Em nota em seu site oficial. O Criciúma fez questão de confirmar a negociação. Confira:

“Depois de uma negociação extremamente complexa, iniciada na noite de quarta-feira (11/07), foi confirmada a venda do atacante Róger Guedes para o futebol da China.

O Criciúma, clube que revelou o atleta nas divisões de base, entrou em acordo com o Palmeiras para ficar com 2,7 milhões de euros na transferência, referente a participação do Tigre nos direitos econômicos. O Criciúma já havia recebido cerca de 700 mil euros na negociação dos direitos federativos em 2016”.

 
 
" />