Corinthians diz que seis empresas têm interesse nos naming rights do estádio

O diretor de marketing do clube afirmou em programa que pelo menos seis empresas estão de olho nos naming rights do estádio Itaquerão

por Agência Estado

São Paulo, SP, 07 - O diretor de marketing do Corinthians, Luís Paulo Rosenberg, disse que existem pelo menos seis interessados em adquirir os naming rights do estádio do clube. A revelação foi feita durante a estreia do programa "Papo Reto", que conta com a presença do presidente Andrés Sanchez e dirigentes convidados e que será exibido todas as terças-feiras no canal oficial do time no YouTube.

"Em relação ao naming right, é uma construção. Temos pelo menos seis interessados. É um compromisso que a empresa assume por 20 anos, e o clube também assume por 20 anos. O entrosamento, essa integração entre as duas marcas tem que ser muito bem feito. Estou muito animado, há negociações internacionais, outras no Brasil, pretendo avançar isso o mais rápido possível. Não há um dia que passe e que a gente do marketing não esteja trabalhando nessa direção", disse Rosenberg.

O programa contou com a presença do diretor de marketing e do presidente Andrés Sanchez
O programa contou com a presença do diretor de marketing e do presidente Andrés Sanchez

Andrés e o diretor de marketing responderam sobre algumas das perguntas que as torcidas organizadas exigiam uma resposta, como por exemplo, a situação financeira da arena e o fato do time ter passado por um desmanche na temporada.

"A renegociação com a Caixa está bem adiantada e talvez tenhamos novidades para vocês nas próximas semanas. Depois, vamos entrar em uma negociação com a Odebrecht sobre o que falta acabar (na obra) e algumas outras questões", declarou Andrés, sobre o pagamento da obra de construção do estádio.

BELA TENTATIVA
A criação do programa foi uma tentativa de Andrés para conseguir uma trégua das uniformizadas, após protestos virtuais e na porta do Parque São Jorge na semana passada, em que os corintianos cobravam explicações do dirigente.

Em 25 de junho, a Gaviões da Fiel divulgou um comunicado com vários questionamentos para a diretoria e prometendo que iria protestar caso não tivesse as dúvidas sanadas. No dia seguinte, Andrés, Rosenberg, o diretor financeiro Matias Antonio Romano e o gerente financeiro Roberto Gavioli participaram de uma longa entrevista coletiva em que falaram bastante, mas não conseguiram agradar aos torcedores.

No dia 27, a Gaviões, ao lado das outras organizadas, fez um protesto na frente do Parque São Jorge pedindo explicações e prometeu que não irá parar os protestos até que Andrés responda tudo que foi questionado. Os torcedores cobraram também transparência na gestão do clube e das contas da Arena Corinthians.

 
 
" />