Ponte Preta 1 x 1 Vasco - Ninguém comemorou vitória na Série B

A partida deste domingo marcou a reestrea de Gilson Kleina no comando da Macaca

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 06 (AFI) - Na reestreia do técnico Gilson Kleina, a Ponte Preta somou seu primeiro ponto no Campeonato Brasileiro da Série B ao empatar com o Vasco da Gama, por 1 a 1, no Estádio Moisés Lucarelli, pela segunda rodada.

Assim como a Ponte Preta, que vinha de derrota para o Brusque, por 2 a 1, fora de casa, o Vasco da Gama também havia perdido na estreia - 3 a 1 para o Confiança - e está na zona de rebaixamento por causa do saldo de gols.

A partida teve transmissão da Rádio Futebol Interior, com narração de Carlos Corsato, reportagem de Wendel Coral e apresentação de Marcelo Corsato.


OS GOLS E MELHORES MOMENTOS


PRIMEIRO TEMPO
A Ponte quase entregou um gol para o Vasco aos quatro minutos. Ruan Renato recuou mal, Ygor Vinhas pisou na bola e Cano ficou com a sobra, mas a finalização do atacante acabou saindo por cima do travessão. A marcação alta do time cruzmaltino dificultava a saída adversária.

Quando conseguiu escapar da marcação, a Ponte chegou com perigo aos 11. Felipe Albuquerque cruzou e Camilo, livre, mandou para fora. A Macaca foi conseguindo equilibrar as ações, mas ainda assim tinha dificuldades em sair com qualidade da defesa.

Niltinho recebeu lançamento de Ednei, invadiu a área e tentou o passe para Camilo, mas a zaga chegou antes. Aos 36, Moisés chutou rasteiro para fora. Na sequência, Camilo soltou a bomba em cobrança de falta e Vanderlei espalmou na segurança.

Renatinho comemora o gol da Ponte Preta (Foto: Álvaro Jr./Ponte Press)
Renatinho comemora o gol da Ponte Preta (Foto: Álvaro Jr./Ponte Press)

SEGUNDO TEMPO
Insatisfeito com a atuação do time no primeiro tempo, Marcelo Cabo promoveu três mudanças no intervalo: Michel, Marquinhos Gabriel e Léo Jaba nos lugares de Léo Matos, Sarrafiore e Morato, respectivamente. O Vasco voltou com outra postura e abriu o placar aos dez minutos.

BOLA NO BRAÇO
Após cobrança de escanteio, a bola acertou o braço de Camilo e o árbitro assinalou pênalti. Cano foi na segurança e bateu no meio do gol. Mas a alegria cruzmaltina durou apenas três minutos. Moisés cruzou rasteiro e Camilo acertou a trave. No rebote, o camisa 10 tentou de novo e a bola sobrou para Renatinho, que dominou e fuzilou.

Depois de um início movimentado, o segundo tempo caiu de produção, com os dois times desgastados. O Vasco da Gama chegou a esboçar uma pressão nos minutos finais, mas não conseguiu marcar o gol da vitória. Já nos acréscimos, Figueiredo cabeceou com muito perigo.

PRÓXIMOS JOGOS
Pela terceira rodada, a Ponte Preta vai até São Luis-MA na próxima sexta-feira, enfrentar o Sampaio Corrêa, às 19 horas, no Castelão, e o Vasco encara o Brasil de Pelotas, às 19 horas do sábado, no Bento Freitas, em Pelotas-RS.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
2ª rodada
Data
06/06/2021
Horário
16h00
Local
Moisés Lucarelli - Campinas (SP)
Árbitro
Pablo Ramon Goncalves Pinheiro (RN)

Assistentes
Jean Marcio dos Santos (RN) e Flavio Gomes Barroca (RN)

Cartões Amarelos
Ponte Preta-SP: Rafael Santos, Niltinho, Ruan Renato
Vasco da Gama-RJ: Léo Matos

Gols
Ponte Preta-SP: Renatinho 13' 2T
Vasco da Gama-RJ: German Cano 10' 2T
Ponte Preta-SP
Ygor Vinhas;
Felipe Albuquerque, Ednei, Ruan Renato e Rafael Santos (Jean Carlos);
Dawhan, Léo Naldi (Locatelli) e Renatinho (Paulo Sérgio);
Camilo, Moisés e Niltinho (Pedrinho).
Técnico: Gilson Kleina
Vasco da Gama-RJ
Vanderlei;
Léo Matos (Michel), Ernando, Ricardo Graça e Zeca;
Rômulo, Andrey (Galarza), Gabriel Pec (Figueiredo) e Sarrafiore (Marquinhos Gabriel);
Morato (Léo Jaba) e Germán Cano.
Técnico: Marcelo Cabo