Após denúncia, Copa FMF pode acabar no 'tapetão' pelo segundo ano seguido

Isso por que, o presidente do Tribunal de Justiça Desportivo, Jorge Miraglia Jaudy, deu um despacho favorável ao Mixto

por Oscar Silva

Várzea Grande, MT, 09 (AFI) - É inacreditável. Pelo segundo ano seguido, a fase final da Copa Federação Mato-Grossense de Futebol - torneio que garante vaga ao campeão na Copa do Brasil de 2019 - pode parar no 'tapetão'. Isso por que, o presidente do Tribunal de Justiça Desportivo, Jorge Miraglia Jaudy, deu um despacho favorável ao Mixto - clube denunciante - sobre uma suposta escalação irregular do volante Sávio, do Cuiabá.

A procuradoria do tribunal acatou a ação judicial, encaminhando a sequência do processo para marcar o julgamento na primeira instância da esfera desportiva. A alegação do Mixto, é que o Cuiabá teria escalado o volante Sávio no decorrer da primeira fase de forma irregular. Isso por que ele teria que cumprir uma suspensão na competição, pois tinha tomado alguns cartões durante o Campeonato Sul-Matogrossense Sub-19. O Departamento de Competições da FMF aguarda um respaldo do TJD para oficializar a tabela de semifinal.

Após denúncia, Copa FMF pode acabar no 'tapetão' pelo segundo ano seguido (Foto: Marcus Vaillant)
Após denúncia, Copa FMF pode acabar no 'tapetão' pelo segundo ano seguido (Foto: Marcus Vaillant)
Na primeira fase do torneio, o Cuiabá terminou como líder isolado com 18 pontos somados, sendo único time com campanha com 100% de aproveitamento. Em seguida aparecem o Operário Várzea-grandense e Dom Bosco, ambos com 13 pontos ganhos e, em quarto o Poconé, com nove pontos. Os jogos marcam Cuiabá e Poconé na melhor de dois jogos, enquanto Operário Várzea-grandense e Dom Bosco, decide a outra vaga.

TRANSPARÊNCIA
A entidade tenta evitar o que ocorreu ano passado, quando o torneio seletivo à Copa do Brasil deste ano se transformou numa verdadeira guerra judicial, envolvendo o União de Rondonópolis que, a princípio, foi punido com a perda de pontos por uma suposta escalação irregular de um de seus jogadores.

Na briga no tapetão, o Cuiabá já tinha comemorado o título de campeão em cima do Dom Bosco, que em seguida deixou de ir para a Copa do Brasil por decisão do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).

Na oportunidade, o Dourado foi obrigado em abril deste ano voltar a decidir o título com o Colorado, que acabou sagrando-se vencedor da competição e com isso garantiu vaga, na competição nacional, por ter vencido a edição do Estadual e caso chegue a decisão o segundo colocado fica com a vaga. Sinop, que este ano não disputou a Copinha, também tem vaga garantida por ser vice-campeão Estadual.

 
 
" />