Campeão da impopularidade, Sérgio Soares balança mas não cai no comando do Ceará

O presidente Robinson de Castro não apareceu para atender a imprensa após 10.º jogo sem vitória do Vovô

por Agência Futebol Interior

Fortaleza, CE, 21 (AFI) – Ainda não foi desta vez. Mesmo depois de ficar dez jogos sem vencer, com sete empates e três derrotas, o técnico Sérgio Soares se mantém no comando do Ceará Sporting. Após o empate sem gols, nesta terça-feira à noite, com o Luverdense, na abertura da 27.ª rodada, contrariando as expectativas, ele mantido no cargo pela direção do clube cearense apesar de ser o 'campeão da impopularidade'. Por enquanto, Soares está “firme e forte” para o restante do Campeonato Brasileiro da Série B.

Ceará não soube furar o sistema de marcação do Luverdense. Foto: Christian Alekson - Ceará SC
Ceará não soube furar o sistema de marcação do Luverdense. Foto: Christian Alekson - Ceará SC

Vencido pela ansiedade e pelo nervosismo dentro do gramado da Arena Castelão, o Ceará não superou a boa marcação do time de Mato Grosso. Mais uma decepção para a torcida do Vovô, que bateu mais de 11 mil torcedores nas arquibancadas, apesar da má fase do time. Mesmo assim, o Ceará dorme estes próximos dias no G4 – zona de acesso – em quarto lugar. Mas sairá com o final da rodada.

CLIMA DE VELÓRIO
Nos vestiários, o clima era de velório. E de muita expectativa pela queda do técnico, que apareceu para a coletiva somente a meia noite e dez minutos. Antes disso, somente o atacante Lelê, recém-contratado, apareceu para atender a imprensa.

“Não conseguimos fazer os três pontos, mas daqui a pouco deve acontecer. A gente fica chateado porque não conseguiu a vitória mais uma vez” – disse o técnico Sérgio Soares, em tom lacônico.

“Incomoda, mas a gente continua trabalhando. Se tivesse empatado fora e ganho hoje estava bom. Porém, dez jogos sem resultado de vitória incomoda mesmo” –

Robinson de Castro não foi aos vestiários
Robinson de Castro não foi aos vestiários

CARTOLA NÃO DEU AS CARAS
O presidente Robinson de Castro não apareceu para atender a imprensa. Para alguns, deu aquela “fugidinha” para evitar declarações mais apimentadas.

A pressão, agora, vai cair nas costas do cartola fujão, que teima em contrariar a opinião de grande parte da torcida e quase a maioria da Imprensa da capital cearense.

O time agora tem uma semana para se preparar visando o próximo compromisso contra o Brasil, na cidade de Pelotas (RS). Pelo jeito esta vai ser a última chance para o técnico Sérgio Soares recuperar a equipe mesmo sendo o "campeão da impopularidade", o contrário do que mostra o site oficial do clube ao se referir ao Ceará como 'campeão da popularidade'.