Série B: Quase lá, Guto Ferreira pede pés no chão: "não temos nada garantido"

O Tricolor precisa somar apenas um ponto na última rodada contra o Atlético-GO para comemorar o acesso

por Agência Futebol Interior

Salvador, BA, 20 (AFI) - A difícil vitória sobre o Bragantino, por 3 a 2, no sábado, em Salvador, deixou o Bahia muito próximo de conquistar o acesso à elite do Campeonato Brasileiro. Mesmo com o time precisando apenas de um empate na última rodada, contra o Atlético-GO, para não depender de outros resultados, o técnico Guto Ferreira tentou conter a euforia do elenco e pediu pés no chão.

Na terceira colocação, o Bahia tem 63 pontos, três a mais que o Náutico, quinto colocado. Se empatar ou ganhar do Atlético-GO, em Goiânia, o Tricolor está garantido na elite. Em caso de tropeço, o Tricolor precisaria torcer para para Vasco da Gama ou Náutico não baterem Ceará e Oeste, respectivamente.

O técnico Guto Ferreira pediu para o elenco tricolor manter os pés no chão - Felipe Oliveira/EC Bahia/Divulgação
O técnico Guto Ferreira pediu para o elenco tricolor manter os pés no chão
"Não temos nada garantido. Ainda falta um ponto. Não adianta confiar em uma situação que não está concreta. Na hora que tiver na mão, vou aceitar. A realidade é o que conta. Não adianta se iludir e acompanhar o discurso das pessoas. Quando estivermos 100% garantidos, na hora que passar a régua e estivermos entre os quatro, estarei tranquilo. Até lá, tudo o que se fala não tem importância", afirmou Guto Ferreira.

Depois de não conseguir emplacar uma sequência de bons resultados e ficar distante do G4, o Bahia cresceu de produção com a chegada de Guto Ferreira e entrou na zona de acesso no momento certo. Sob o comando do ex-treinador de Ponte Preta e Chapecoense, o Tricolor fez 25 partidas, obtendo 13 vitórias, sete empates e cinco derrotas.

Apesar de ter a semana inteira livre de treinamento antes da partida decisiva contra o Atlético-GO, Guto Ferreira dificilmente vai realizar mudanças em relação aos 11 titulares que enfrentaram o Bragantino. O atacante Misael está vetado pelo departamento médico devido a uma lesão muscular na coxa, enquanto o volante Juninho ainda é dúvida. Ele tenta se recuperar das entorses que sofreu no joelho e tornozelo.