Série A3: “Rei do acesso” se consolida como treinador vitorioso com o 19º acesso na carreira

Luís Carlos Martins também subiu o Comercial à Série A1 do Paulista em 2013

Luís Carlos Martins foi jogador do próprio Noroeste há 20 anos, em 1972

Categorias: Estaduais

Por: Rivail Oliveira, 12/05/2022

luis carlos martins norusca

Bauru,SP  11 (AFI) – Um personagem muito especial, estará em campo nestas finais do Campeonato Paulista da Série A3 de 2022, nestes dois próximos finais de semana, nas partidas entre Noroeste, de Bauru, e Comercial, de Ribeirão Preto. O cafelandense Luís Carlos Martins, 66 anos, é um dos grandes nomes entre os treinadores do interior do estado, e do Brasil.

Chamado carinhosamente de um dos “Reis do Acesso”, Martins, que começou sua carreira no futebol, como atleta no Norusca, no longínquo 1972, há 40 anos atrás, entre os 19 acessos contabilizados na vitoriosa carreira, tem um acesso especial. Pelo adversário destas finais: o Comercial.

BAFO: COMO FOI O ACESSO COM MARTINS EM 2013

Foi com Luís Carlos Martins, o último acesso do Bafo, até o deste ano, conquistado pela revelação entre os treinadores do interior, Gustavo Marciano. No ano de 2013, Martins conquistou vaga para a primeira divisão do estado de São Paulo no comando do Comercial.

Na Série A2 daquele ano, foram 18 partidas no comandando do Comercial, conquistando dez vitorias, quatro empates e quatro derrotas, foram 31 gols marcados e dez gols sofridos. Uma campanha espetacular, iniciada dia 16 de fevereiro de 2013, depois da saída do treinador Wagner Lopes, que comandou o Bafo seis jogos – 1×1 Rio Claro, 0x0 Santacruzense, 3×1 Audax, 0x0 Portuguesa, 2×1 Monte Azul e 0x0 Grêmio Barueri (9 de fevereiro de 2013). Na sétima rodada, na derrota por 1 a 0 para o Noroeste, o Comercial foi dirigido pelo auxiliar Gildásio Pereira.

Martins assumiu o Bafo dia 16 de fevereiro de 2013, no empate por 1 a 1 com a Ferroviária. Daí por diante cravou uma linda campanha no Leão do Norte, até o acesso. Com destaque para duas históricas goleadas 7 a 0 na Portuguesa e Juventus. Sob o comando de Martins o Comercial fechou a primeira fase de 2013 com a terceira melhor campanha da A2, com 32 pontos oito vitorias, oito empates e três derroas, 26 gols pró e 11 contra – atrás somente da Portuguesa, com 40 e Audax com 45 pontos.

CAMPANHA DO TREINADOR NO COMERCIAL DE 2013

Os demais jogos do “Rei do Acesso” na Série A2 de 2013: 4×1 São Carlense, 1×1 Guaratinguetá, 0x0 São José, 1×0 Velo Clube, 1×0 Red Bull, 0x1 Capivariano, 2×1 Catanduvense, 2×0 Santo André, 1×0 Grêmio Osasco, 1×0 Rio Branco, 7×0 Juventus, 1×2 Capivariano, 2×1 Catanduvense, 7×0 Portuguesa Desportos, 0x1Portuguesa Desportos, 0x0 Catanduvense e 0x1 Capivariano (jogo que fechou a temporada com a vaga para a Série A1,  dia 28 de abril de 2013. A base comercialina que subiu em 2013: Alex; Rafael Goiano, Gustavo Bastos e Mirita; Paulo Ricardo, Acleisson, Wilian Favoni, Samuel e Magalhães; Leandro Oliveira e Macena.Lembrando que nas finais da Série A2 de 2013, chegaram Portuguesa e Rio Claro, com o título indo para o Canindé, com vitória por 2 a 1 e derrota por 1 a 0.

A CARREIRA

Nascido na cidade paranaense de Cafelândia-PR, há 66 anos, Luiz Carlos Martins começou a carreira em 1972 como jogador do Noroeste, onde ficou até 74. Depois, como atleta rodou o mundo: Vasco da Gama, Novorizontino, Paulista, Gama, Nacional-SP, Pinhalense, Matsubara, e Guaçuano, onde encerrou a carreira de jogador em 1987- com 15 anos como atleta profissional. O treinador Luís Carlos Martins , “surgiu” no mesmo ano que encerrou a carreira como atleta: 1987, no Mandi, de Mogi Guaçu. (Guaçuan) De  Lá para cá, são 35 anos de uma carreira pra lá de vencedora no futebol paulista e brasileiro.

A lista de clubes por qual passou, é longa: Guaçuano, Mirassol Paraguaçuense, Noroeste, Matonense União Barbarense, Comercial, São Caetano, Portuguesa Desportos, Santo André, Oeste, Marília, América-RN, Vila Nova-GO, Remo-PA, Sertãozinho, Guaratinguetá, Paec (Pão de Açucar AC), São Bernardo, Audax, Paulista, Juventude, Sáo Bernardo, Fortaleza, entre outros.

 Martins comandou de 2015 a 2018 o São Caentano; passou pela Portuguesa em 2019, e desde 2020 está no Noreste. No clube bauruense essa é a quarta passagem do treinador. Ele já dirigiu  o Norusca em 1995, 1998, 2008 e agora, desde 2020 a 2022. Lembrando que comandou o Comercial, adversário destas finais, com direito a acesso para a elite paulista em 2013.

ACESSOS DE MARTINS

Não é a toa que o treinador Luís Carlos Martins é chamado de “Rei do Acesso”.  Confira a relação de alguns dos vários acessos obtidos em sua vitoriosa carreira: 1992, Guaçuano, para a Série A2 do Paulista; 2003, Santo André, para a Série B; 2005, América-RN, para a Série B; 2007, Mirassol, para a Série A1 do Paulista; 2012, Oeste, para a Série B do Brasileiro; 2013, Comercial, para a Série A1 do Paulista; 2017, São Caetano, para a Série A1 do Paulista; 2022, Noroeste, para a Série A2 do Paulista. O treinador tem acessos ainda por clubes como: Paraguaçuense em 1993; Noroeste em 1995; Rio Branco em 1986; Matonense 1995 e 1996 e em 1997 com o União Barbarense.

Confira também: