Sevilla autoriza e Ganso está de ‘portas abertas’ para voltar ao Brasil

O clube tirou Ganso do São Paulo em julho 2016 por 9,5 milhões de euros, cerca de R$ 34,4 milhões

por Agência Futebol Interior

São Paulo, SP, 08 (AFI) – Paulo Henrique Ganso não deve voltar para a Europa. De folga para comemorar as festividades de final de ano no Brasil, o jogador foi liberado pelo Sevilla, da Espanha, e pelo Amiens, da França, para continuar em sua terra natal buscando um novo clube. Ele não conseguiu se firmar no Velho Continente e até o final de janeiro para encontrar um novo interessado no seu futuro – o grande entrave são os altos salários.

O Sevilla tirou Ganso do São Paulo em julho 2016 por 9,5 milhões de euros, cerca de R$ 34,4 milhões, mas o meia não conseguiu render na Espanha. Sob a batuta de Jorge Sampaoli, o jogador não conseguiu render e acabou perdendo espaço. Em setembro de 2018 foi emprestado ao modesto Amiens, da França, mas também não conseguiu se firmar. Além disso, a família não conseguiu se adaptar na cidade de Amiens, no norte do país.

Sevilla autoriza e Ganso está de ‘portas abertas’ para voltar ao Brasil
Sevilla autoriza e Ganso está de ‘portas abertas’ para voltar ao Brasil
No Brasil, o Flamengo já manifestou interesse em contratar Paulo Henrique Ganso no início do ano, mas atualmente o clube da Gávea negocia com Arrascaeta, uruguaio do Cruzeiro. Caso a negociação mele, o meia pode ser um ‘Plano B’. Outro possível interessado é o São Paulo, que recentemente contratou Hernanes e ainda tem Nenê para a posição. Ainda assim, a torcida ainda sonha com um possível retorno do jogador de 29 anos.

Apesar de ter manifestado interesse no ano passado, o Santos não deve se envolver novamente para contar com o jogador. Isso porque Jorge Sampaoli não tem boa relação com Ganso, da época de Sevilla, e a transação está praticamente descartada. Grêmio e Corinthians acompanham de longe a movimentação no mercado. Tudo depende do salário do meia, que ou aceita reduzir seus vencimentos ou então vai exigir uma ‘engenharia financeira’ dos clubes.

Mesmo com a liberação, o Sevilla só vai aceitar emprestar seu jogador com uma compensação financeira, que ainda não foi estipulada – os espanhóis estão dispostos a negociar. Ganso tem contrato até 2021 com o clube e está completamente fora dos planos.

 
 
" />