Alison é homenageado pela marca de 200 jogos disputados pelo Santos

"Cheguei uma criança, com 11 anos. São 15 anos. Estou mais maduro, muito feliz de receber essa homenagem", disse o volante

por Agência Estado

Santos, SP, 15 - A entrada de Alison para um seleto grupo na história do Santos não foi esquecido. Nesta sexta-feira, véspera do clássico contra o São Paulo, o volante recebeu uma placa e uma camisa de homenagem pela marca de 200 jogos disputados pelo time, alcançada em 31 de outubro, na vitória por 1 a 0 sobre o Bahia, na Vila Belmiro.

Alison iniciou a sua carreira nas divisões de base do Santos, aos 11 anos. Quinze anos depois, alcançou a marca com a camisa do time pelo qual se profissionalizou sendo que só defendeu outro clube na sua carreira, o Red Bull Brasil, em 2017, cedido por empréstimo.

Como entrou em campo mais duas vezes depois daquele duelo com o Bahia, Alison já soma 202 jogos disputados pelo Santos, com quatro gols marcados.

Alison (Foto: Ivan Storti/ Santos FC)
Alison (Foto: Ivan Storti/ Santos FC)
"Cheguei uma criança, com 11 anos. São 15 anos de Santos. Estou mais maduro, muito feliz de receber essa homenagem", disse o volante à Santos TV.

Só em 2019, são 37 jogos e um gol, sendo que neste sábado Alison deverá voltar a atuar e como titular, no clássico contra o São Paulo, como ocorreu no compromisso anterior do Santos pelo Brasileirão, diante do Goiás.

CONFIRA O QUE ELE DISSE

Espaço incorporado por HTML (embed)

MAIS DETALHES
Na homenagem realizada pelo Santos, Alison recebeu a placa das mãos de Victor Ferraz, outro jogador que já superou a marca de 200 partidas disputadas pelo time - são 262.

"Feliz por estar recebendo a homenagem de um cara que é um exemplo e de quem tenho o prazer de ser amigo. Agradeço ao Santos por me dar uma chance e acreditar no meu trabalho", acrescentou Alison.

Mercado da Bola
Santos-SP
Elenco ainda não definido
  • Goleiros

    Vanderlei, Everson, John e João Paulo

  • Laterais

    Pará, Felipe Jonatan e Madson

  • Zagueiros

    Luan Peres, Felipe Aguilar, Luiz Felipe, Lucas Veríssimo e Wagner Leonardo

  • Volantes

    Diego Pituca, Alison, Guilherme Nunes e Jobson

  • Meias

    Christian Cueva, Soteldo, Bryan Ruiz, Carlos Sánchez, Jean Mota e Evandro

  • Atacantes

    Tailson, Arthur Gomes, Alexandre Tam, Lucas Venuto, Fernando Uribe, Marinho, Kaio Jorge, Eduardo Sasha, Yuri Alberto e Raniel

  • Técnico

    Jesualdo Ferreira