Santa Cruz 1 x 0 Náutico - É Pipico na cabeça e Santinha em 2º lugar

Artilheiro anotou o único gol da partida no segundo tempo

por Agência Futebol Interior

Recife, PE, 22 (AFI) - Em grande estilo, o Santa Cruz assumiu a vice-liderança do Grupo A da Série C do Campeonato Brasileiro. Com gol do artilheiro Pipico, o time coral derrotou o Náutico por 1 a 0, no Estádio do Arruda, em Recife, pela nona rodada.

O resultado fez o Santa saltar para o segundo lugar, com 16 pontos, dois na frente do Sampaio Corrêa, que ainda joga na rodada. Mesmo assim, a equipe segue firme dentro da zona de classificação à próxima fase. O Náutico, com um jogo a menos que a maioria dos rivais, é quinto, com onze, mas pode despencar na sequência da rodada.

Este foi o quarto jogo entre os rivais em quatro competições diferentes na temporada. E pela primeira vez em 2019 um dos times saiu vencedor. Pela Copa do Nordeste, pela Copa do Brasil e pelo Pernambucano, as equipes haviam empatado.

O JOGO
O Santa Cruz começou sufocando o rival e mesmo sem querer, criou a primeira chance de gol aos quatro minutos. Marcos Martins levantou para área, a bola saiu torta e tomou o caminho do gol. Atento, Jefferson voltou rápido e cortou em cima da linha para evitar a abertura do placar.

Buscando o centroavante Wallace Pernambucano para desafogar a defesa, o Náutico demorou para encaixar a marcação e seguiu sofrendo no campo de defesa. Aos 20 minutos, depois de intensa troca de passes, Dudu deixou para Daniel Costa dentro da área. O meia finalizou cruzado, de esquerda, e assustou Jefferson, que estava vendido no lance.

Para evitar ser surpreendido pela estratégia do rival de puxar contra-ataques, o Santa Cruz fez muitas faltas no meio-campo para travar o início das jogadas do Náutico. Mesmo assim, o Timbu foi para o vestiário no primeiro tempo reclamando de um pênalti não marcado em cima de Wallace Pernambucano depois de um choque com João Victor dentro da área.

Ainda antes do intervalo, Neto Pessoa arriscou de longe e obrigou o goleiro Anderson a fazer grande defesa.

COMEÇO QUENTE
Os donos da casa voltaram com uma alteração do intervalo. Warley, promessa da base, veio a campo na vaga de Allan Dias. A substituição visava dar mais liberdades para os homens de meio. Apesar da troca, o Santa Cruz assustou na boa e velha jogada de bola parada.

Charles cobrou falta com força, vencendo a barreira, mas Jefferson caiu bem para defender. No rebote, Daniel Costa finalizou desequilibrado e perdeu a oportunidade.

O time da casa parecia que tinha a situação controlada no segundo tempo, mas o goleiro Anderson resolveu ajudar o adversário. Ele cobrou tiro de meta com passe curto e entregou nos pés de Wallace Pernambucano. O atacante finalizou forte, dentro da área, mas mandou para fora, perdendo chance clara.

PRESENTE DEVOLVIDO
Aos 18 minutos, a defesa do Náutico retribuiu o presente, mas a bola caiu nos pés do artilheiro e Pipico não desperdiçou a oportunidade de abrir o placar. Fernando Lombardi tentou o recuou para o goleiro, mas pegou errado na bola e deixou o atacante do Santa Cruz na boa para marcar. Ele ganhou na velocidade e tocou na saída de Jefferson.


O Náutico tentou reagir mexendo no time e buscando espaço no campo de ataque do rival. O Santa Cruz, no entanto, mostrou força defensiva, soube segurar a bola no campo de ataque no momento certo e garantiu o resultado mesmo com a pressão do Timbu nos minutos finais.

PRÓXIMOS JOGOS
O Santa Cruz volta a campo para enfrentar o Treze, na próxima quinta-feira, às 19 horas, no Amigão, em Campina Grande. No sábado que vem, o Náutico recebe o ABC, às 17 horas, nos Aflitos, em Recife.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
9ª rodada
Data
22/06/2019
Horário
18h00
Local
Arruda - Recife (PE)
Árbitro
Eduardo Tomaz de Aquino Valadão (GO)

Assistentes
Cristhian Passos Sorence (GO) e Edson Antonio de Sousa (GO)

Cartões Amarelos
Santa Cruz-PE: Pipico, Everton
Náutico-PE: Camutanga, Fernando Lombardi

Gols
Santa Cruz-PE: Pipico 18' 2T
Santa Cruz-PE
Anderson;
Marcos Martins, João Victor, William Alves e Cesinha;
Charles, Daniel Costa e Allan Dias (Warley);
Pipico, Dudu (Patrick Vieira) e Everton (Ítalo Henrique)
Técnico: Milton Mendes
Náutico-PE
Jefferson;
Hereda, Camutanga, Fernando Lombardi e Willian Simões;
Josa (Rafael Oliveira), Luiz Henrique, Danilo Pires (Fábio);
Thiago, Neto Pessoa (Matheus Carvalho) e Wallace Pernambucano
Técnico: Gilmar Dal Pozzo