Paranaense: Símbolo de uma era, dupla deixa Operário Ferroviário; atacante permanece

Danilo Báia e Chicão estavam no Fantasma da Vila desde 2015 e participaram da meteórica ascensão alvinegra

por Agência Futebol Interior

Ponta Grossa, PR, 03 (AFI) - O Operário Ferroviário confirmou, nesta terça-feira, três importantes definições visando a disputa do Campeonato Paranaense. O lateral-direito Danilo Báia e o volante Chicão não permanecem, enquanto o atacante Schumacher seguirá até o final da próxima temporada.

A dupla que está de saída marcou a história do Fantasma da Vila. Eles estavam em Ponta Grossa desde 2015, período no qual o clube alvinegro conquistou os inéditos títulos paranaense, em 2015, e brasileiros da Séries D, em 2017, e C, em 2018. Além disso, faturaram a Divisão de Acesso Paranaense de 2018.

Gerson Gusmão é o técnico do Operário Ferroviário - Foto: Divulgação
Gerson Gusmão é o técnico do Operário Ferroviário - Foto: Divulgação
Chicão, 34, foi a campo 30 vezes nesta temporada, 22 delas como titular, e balançou as redes uma vez. Danilo Báia, 33, enfrentou diversas lesões, além da forte concorrência de Maílton, um dos destaques da equipe no ano - assim, disputou somente 10 partidas. Schumacher, por outro lado, está desde 2017 - em 2019, foram dois gols em 23 jogos.

Os goleiros André Luiz e Thiago Braga, o zagueiro Sosa, o lateral-esquerdo Peixoto, os volantes Fábio, Gélson e Jardel, o meia Rafael Chorão e aos atacantes Bruno Batata, Felipe Alves e Eduardo também estão confirmados para a disputa do Estadual do Paraná.