Mundial de Clubes: Fifa quer testar 24 equipes entre junho e julho de 2021

Seriam oito europeus; América do Sul teria seis vagas, o dobro de África, Ásia e Concacaf; Oceania mandaria apenas um time

por Agência Estado

Campinas, SP, 13 - A Fifa quer fazer um teste com a realização de um Mundial de Clubes com a participação de 24 equipes nos meses de junho e julho de 2021. De acordo com informações da agência de notícias The Associated Press, essa é uma das propostas que a entidade apresentará para votação dos membros de seu Conselho que estão reunidos em Miami, nos Estados Unidos, até esta sexta-feira.

O Mundial de Clubes deverá substituir a Copa das Confederações, que seria extinta. O principal entrave neste ponto são os clubes europeus, que pediram uma garantia financeira para aceitar o projeto. A renda total do torneio passaria de uma previsão de US$ 1 bilhão (cerca de R$ 3,8 bilhões) para pelo menos US$ 3 bilhões (aproximadamente R$ 11,4 bilhões).

No entanto, o documento de 17 páginas sobre o futuro das competições não menciona especificamente os planos de financiamento que despertaram preocupação entre os membros do Conselho da Fifa no ano passado. Apenas que o corpo diretivo quer "garantir que as receitas ficam dentro do futebol e não vão para terceiros".

Uma força-tarefa da Fifa, com representantes das seis confederações continentais, vem avaliando planos para o Mundial de Clubes desde novembro do ano passado. Esse relatório afirma que cinco das seis entidades apoiam a competição o piloto de 24 equipes em 2021.

COMO VAI SER?
A Fifa queria 12 equipes europeias neste novo Mundial, mas a Uefa, que vê a competição como uma ameaça ao status da Liga dos Campeões, insistiu que deveria ser oito. Na primeira edição, a América do Sul teria seis vagas. África, Ásia e Concacaf (que representa a América do Norte e Central e o Caribe) teriam três clubes cada e a Oceania, apenas um.

As confederações decidiriam a sua própria forma de qualificação. O torneio começaria com oito grupos de três, com os vencedores avançando para as quartas de final. As equipes jogariam de duas a cinco partidas em um máximo de 18 dias.

Real Madrid conquistou quatro das últimas cinco edições do Mundial de Clubes
Real Madrid conquistou quatro das últimas cinco edições do Mundial de Clubes
CRÍTICAS EUROPEIAS
"A principal objeção da Uefa está relacionada com as suas preocupações com o calendário", observa o documento da Fifa.

"A posição da Uefa era que qualquer discussão técnica sobre um novo formato e calendário para o Mundial de Clubes só ocorresse depois que um novo calendário internacional pós-2024 tivesse sido acordado".

Segundo a Fifa, os dirigentes europeus argumentam que o Mundial de Clubes pode causar "tensões previsíveis com seus clubes" porque a Copa Africana de Nações e Copa Ouro da Concacaf seriam empurradas para julho e agosto, "causando séria interferência em partidas críticas dos clubes para a qualificação para competições europeias, além de jogos dos campeonatos nacionais".