Segundo melhor do returno, Goiás busca reação rápida contra o CSA

O bom desempenho neste início de segundo turno deixou o Goiás bem mais tranquilo na briga pela permanência na divisão.

por Agência Estado

Goiânia, GO, 12 - A derrota para o Botafogo por 3 a 1, na última quarta-feira, encerrou uma série de quatro vitórias seguidas, mas não desanimou o Goiás em sua ascensão na tabela. Dono da segunda melhor campanha do segundo turno do Campeonato Brasileiro, com 12 pontos, o time goiano busca uma reação rápida neste sábado, quando recebe o CSA no estádio Serra Dourada, em jogo válido pela 26ª rodada.

O bom desempenho neste início de segundo turno deixou o Goiás bem mais tranquilo na briga pela permanência na divisão. Em décimo lugar, com 33 pontos, a equipe tem dez de vantagem sobre o Ceará, primeiro time dentro da zona de rebaixamento, com 23 pontos, em 17º lugar. O CSA está logo acima dos cearenses, em 16º lugar, com 25.

Para enfrentar o time alagoano, o técnico Ney Franco deve fazer pelo menos uma mudança. Sem contar com o meio-campista Léo Sena, suspenso por ter recebido o terceiro cartão amarelo, o treinador vai decidir entre Thalles e Marcelo Hermes para suprir a ausência. Marlone e Renatinho, que poderiam ser opção, estão entregues ao departamento médico.

"A tendência é a gente não mexer na estrutura da equipe. Fizemos dois jogos consecutivos, existe um desgaste físico, mas o adversário também fez. Vamos conversar com os preparadores, mas acho que o único problema é a ausência do Léo Sena", comenta Ney Franco, antes de confirmar seu desfalque.

"O Marlone sofreu uma lesão e está praticamente fora. Temos algumas opções de meias. Uma delas é o Thalles. Existe a possibilidade de utilização dele ou de abrir um tripé com o Marcelo Hermes, como já fizemos", avalia o técnico.