Destaque entra na Justiça contra o Cruzeiro e pode parar no rival

Éderson cobra R$ 2 milhões da Raposa e aceita retirar a ação se for liberado para procurar outro clube

por Agência Futebol Interior

Belo Horizonte, MG, 10 (AFI) - Um dos poucos jogadores que conseguiram se destacar com a camisa do Cruzeiro no rebaixamento para a Série B do Brasileiro no ano passado, o volante Éderson pode vestir a camisa do rival Atlético-MG.

Ausente do treinamento da última quinta-feira, o jovem de apenas 20 anos entrou na Justiça contra o Cruzeiro cobrando R$ 2 milhões por conta de salários atrasados, direitos de imagem, férias, 13º e Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS).

Éderson entrou na Justiça contra o Cruzeiro e pode parar no Atlético-MG
Éderson entrou na Justiça contra o Cruzeiro e pode parar no Atlético-MG
De acordo com apuração do site Superesportes, Éderson aceitaria retirar a ação contra o Cruzeiro se for liberado para procurar outro clube. A Raposa é dona de 60% dos seus direitos econômicos e o vínculo vai até agosto de 2023.

Diante da possibilidade de conseguir a rescisão junto ao Cruzeiro, Éderson teria sido oferecido ao rival Atlético-MG e a diretoria estaria analisando a sua contratação.

Destaque das categorias de base do Desportivo Brasil-SP, Éderson foi contratado pelo Cruzeiro em 2018 para atuar na base e no ano passado acabou sendo promovido ao profissional.

No Brasileirão, o volante disputou 22 partidas e marcou dois gols, sendo um dos poucos jogadores que não foram criticados pela torcida celeste por conta do inédito rebaixamento.