Corona diz ter esperança de ser titular do México e fazer seu 1º jogo em uma Copa

Após enfrentar os alemães na estreia, o México terá pela frente a Coreia do Sul no dia 23

por Agência Estado

  • A cobertura da Copa do Mundo é um oferecimento

São Paulo, SP, 13 - Quatro anos atrás, Jesús Corona parecia figurar como titular indiscutível do México. Porém, Guillermo Ochoa é que acabou assumindo o posto de goleiro da seleção do país que disputou a Copa do Mundo de 2014. O jogador, inclusive, teve atuação decisiva para garantir um empate por 0 a 0 com o Brasil na primeira fase da competição, em confronto realizado na Arena Castelão, em Fortaleza.

Para este Mundial que começará nesta quinta-feira, na Rússia, Ochoa figura como provável titular novamente, mas Jesús Corona disse nesta terça, em entrevista coletiva, que ainda não perdeu a esperança de que o técnico Juan Carlos Osorio o escale em pelo menos uma partida desta Copa.

"Nas últimas partidas tem jogado ele (Ochoa), mas sabemos que a maneira de dirigir a seleção do professor (Osorio) pode dar a oportunidade de acordo com as necessidades dos jogos", afirmou Corona, se referindo ao fato de que o comandante tem o hábito de promover um rodízio de jogadores na formação titular com uma frequência maior do que a normal para a maioria dos treinadores.

Em um treino realizado na última terça-feira, Corona foi escalado como titular por Osorio, o que gerou certa dúvida sobre qual goleiro será escolhido para entrar jogando na estreia do México no Mundial, neste domingo, contra a Alemanha, às 12 horas (de Brasília), em Moscou, pelo Grupo F da competição.

Corona diz ter esperança de ser titular do México e fazer seu 1º jogo em uma Copa
Corona diz ter esperança de ser titular do México e fazer seu 1º jogo em uma Copa
Na Copa das Confederações realizada no ano passado, também na Rússia, Ochoa foi titular na maioria dos confrontos do México, mas Alfredo Talavera foi escalado no gol em uma partida contra a Nova Zelândia e Rodolfo Cota atuou em uma outra diante de Portugal. Corona acabou ficando fora desta competição por estar lesionado.

"Em outros torneios foi dada a oportunidade de jogar a todo o plantel e nesta posição (de goleiro) isso ocorreu da mesma forma", lembrou Corona, de 37 anos, que foi o titular da seleção mexicana olímpica que faturou a medalha de ouro nos Jogos de Londres, em 2012, derrotando o Brasil na final da competição.

Corona, por sua vez, foi incluído nas listas de convocados do México para os Mundiais de 2006, na Alemanha, e de 2014, no Brasil, mas jamais disputou uma partida de Copa.

Após enfrentar os alemães na estreia, o México terá pela frente a Coreia do Sul no dia 23, em Rostov, e depois vai encarar a Suécia, no dia 27, em Ecaterimburgo, no fechamento do Grupo F do Mundial.

 
 
  • A cobertura da Copa do Mundo é um oferecimento
" />