Capixaba: Time de Loco Abreu aciona a Justiça por vaga na final

O Rio Branco quer a impugnação da partida de volta da semifinal contra o Real Noroeste e, consequentemente, a vitória por W.O

por Agência Futebol Interior

Vitória, ES, 18 (AFI) - O Rio Branco ainda não desistiu de disputar a final do Campeonato Capixaba e entrou com um pedido no Tribunal de Justiça Desportiva do Espírito Santo (TJD-ES) pedindo a anulação do segundo jogo da semifinal contra o Real Noroeste.

O departamento jurídico do Capa Preta alega que a partida não poderia ter acontecido porque a ambulância presente no Estádio José Olímpio da Rocha no último sábado não atendia os requisitos básicos de uma UTI móvel.

O Rio Branco ainda não desistiu de ficar com a vaga do Real Noroeste na final do Capixabão (Foto: Daniel Pasti/Rio Branco)
O Rio Branco ainda não desistiu de ficar com a vaga do Real Noroeste na final do Capixabão (Foto: Daniel Pasti/Rio Branco)
Por conta disso, o Rio Branco queria a vitória por W.O e, consequentemente, a vaga na final contra o Vitória. No entanto, o TJD-ES não acatou o pedido e confirmou a presença do Real Noroeste na grande decisão.

O Capa Preta, porém, não desiste. Nesta quinta-feira acontece uma reunião dos dirigentes com o departamento jurídico para ver o que pode ser feito. Não está descartado uma ação no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), o que poderia paralisar o Campeonato Capixaba.

BOBEOU EM CAMPO
Na partida que originou toda essa polêmica, o Real Noroeste recebeu o Rio Branco e venceu por 2 a 0 depois de ter perdido o jogo de ida, no Kleber Andrade, por 4 a 3. O time do folclórico Loco Abreu tinha a vantagem do empate, mas não soube aproveitar.

AS FINAIS!
Diante dessa indefinição, Vitória e Real Noroeste se preparam para o primeiro jogo da final, que está marcado para esse sábado, no Estádio Kleber Andrade, em Cariacica. A volta acontece no dia 27, no José Olímpio da Rocha, em Águia Branca.