Guarani x Paraná - Para confirmar reação e sair do Z4!

O Bugre está na lanterna da Série B, mas depende apenas de si para deixar a zona de rebaixamento

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 20 (AFI) - O Guarani tem uma chance de ouro na manhã deste sábado para deixar a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro da Série B depois de quatro meses. A partir das 11 horas, o Bugre enfrenta o Paraná Clube, no Estádio Brinco de Ouro da Princesa, pela 23ª rodada.

Em evolução desde a saída de Vinícius Eutrópio - são três vitórias e dois empates sob o comando interino de Thiago Carpini -, o Guarani retornou para a lanterna depois da vitória do São Bento e do empate do Figueirense, mas depende apenas de si para deixar o Z4.

Com 22 pontos, o Bugre chegaria aos 25 pontos e passaria Figueirense, São Bento, Vila Nova e Vitória em caso de vitória. O problema é, que quando dependia apenas de si para isso acontecer, o Guarani perdeu para o Oeste, por 3 a 2, em Campinas, há duas semanas.

Pela frente, o time campineiro tem um adversário que defende uma invencibilidade de seis jogos e ganhou as últimas duas partidas que fez como visitante - sobre CRB e Botafogo-SP. Com 33 pontos, o Tricolor está de olho em uma vaga no G4.

VAI INTERFERIR?
A semana nos bastidores do Brinco de Ouro da Princesa foi bastante movimentada. Na última terça-feira, Palmeron Mendes Filho renunciou ao cargo de presidente do Guarani, sendo substituído por Ricardo Miguel Moisés, que já vinha exercendo tal função desde o afastamento de Palmeron no final de agosto.

Guarani e Paraná se enfrentam por objetivos distintos na manhã deste sábado (Foto: Letícia Martins/Guarani)
Guarani e Paraná se enfrentam por objetivos distintos na manhã deste sábado (Foto: Letícia Martins/Guarani)

O problema é que a confusão política está longe de um desfecho. Isso porque o processo de impeachment que será votado na próxima segunda-feira pede a saída dos demais membros do Conselho de Administração - Ricardo Miguel Moisés, Assis Eurípedes, Carlos Queiroz, Gilberto Moreno e Marcos Lena.

"É uma Assembleia muito delicada, como já falei em outra ocasião. Tenho pedido para que todas as chapas acabem com as vaidades, os desejos individuais, que pensem apenas no Guarani. E tenho conseguido o apoio de muitos sócios. O melhor para o Guarani é o cancelamento dessa Assembleia", disse Ricardo Miguel Moisés em coletiva na última quarta.

MISTÉRIO NO BUGRE
Com atividade no CT na manhã desta sexta-feira, o Guarani encerrou a preparação para enfrentar o Paraná. O técnico Thiago Carpini deixou em aberto a escalação e só revelou a possibilidade de alterar o esquema tático na expectativa de povoar o meio-campo e cadenciar o jogo.

"Talvez adote estratégia diferente. Lucas Crispim tem característica agressiva e com outro jogador no meio podemos controlar e ser mais precavidos em relação ao que ocorreu contra o Oeste para não ficar tão exposto. Não vou falar qual é a opção. Vou deixar a dúvida em aberta", comentou o interino, em entrevista coletiva.

Uma novidade no time titular, entretanto, já está confirmada. Com a suspensão de Thallyson pelo terceiro cartão amarelo, Bidu, cria da base, faz estreia entre os profissionais na lateral esquerda.

COMO VEM O PARANÁ
O meia Vitinho lesionou o tornozelo antes do último jogo e preocupa. Apesar de ainda não estar cortado, o técnico Matheus Costa já estuda opções para substituí-lo.

O treinador pode manter Alesson ou promover a entrada de Itaqui para um meio-campo mais defensivo. Na zaga, Leandro Almeida entra no lugar do suspenso Rodolfo.

A boa notícia é que João Pedro, substituído na última partida por conta de dores musculares, treinou e deve seguir no time, formando trio ofensivo com Jenison e Bruno Rodrigues.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
23ª rodada
Data
21/09/2019
Horário
11h00
Local
Brinco de Ouro - Campinas (SP)
Árbitro
Emerson de Almeida Ferreira (MG)

Renda
R$ 50.889,00
Assistentes
Marcyano da Silva Vicente (MG) e Fernanda Nândrea Gomes Antunes (MG)

Público
4.805 pagantes
Cartões Amarelos
Guarani-SP: Igor Henrique, Lenon
Paraná-PR: Jhony Santiago, Luiz Otávio, Bruno Rodrigues, Eduardo Bauermann

Gols
Guarani-SP: Michel Douglas 30' 2T
Guarani-SP
Klever;
Lenon, Luiz Gustavo, Diego Giaretta e Bidu;
Deivid, Igor Henrique (Ricardinho), Arthur Rezende e Lucas Crispim (Nando);
Davó e Michel Douglas (Felipe Guedes).
Técnico: Thiago Carpini (interino).
Paraná-PR
Thiago Rodrigues;
Éder Sciola, Eduardo Bauermann, Leandro Almeida e Guilherme Santos;
Jhony Santiago, Luiz Otávio (Fernando Neto) e João Pedro (Alesson);
Judivan (Pimentinha), Jenison e Bruno Rodrigues.
Técnico: Matheus Costa.