Guarani 2 x 2 Cruzeiro - Saiu na frente, mas tropeçou em casa

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 23 (AFI) – O Guarani perdeu a chance de se manter perto dos primeiros colocados do Brasileirão. Na noite deste domingo, pela terceira rodada, jogando no Estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas, contra o Cruzeiro, o time da casa saiu na frente, mas não segurou o resultado e cedeu o empate por 2 a 2.

Com esse tropeço em casa, o Guarani chegou aos cinco pontos, na nona colocação, e perdeu a oportunidade de se manter encostado no líder Corinthians. Enquanto isso, o Cruzeiro também tem cinco pontos, na sétima posição.

Show bugrino
O Guarani começou o jogo bem fechado, dando o campo para o Cruzeiro. Mas, nos contra-ataques o Bugre surpreendeu e abriu o placar aos onze minutos do primeiro tempo. A zaga da Raposa perdeu a bola no meio campo, Roger foi lançado, ganhou na corrida e bateu na saída de Fábio, que nada pode fazer.

Após o gol, o Guarani voltou a se fechar, dando campo para o Cruzeiro, que não conseguia passar o bom sistema defensivo do Bugre. Então, numa cobrança de falta, aos 29 minutos, Fernandinho obrigou o goleiro Douglas a fazer um verdadeiro milagre.

Num contra-ataque, dois minutos depois o Guarani ampliou. Mazolla puxou com muita velocidade pela esquerda e cruzou na linha de fundo, Roger, livre, sem goleiro só tocou para o fundo das redes, fazendo a festa da torcida bugrina. Após o gol, Roger perdeu uma chance incrível. Preto fez um lindo passe para o atacante, que cara a cara com o goleiro, bateu em cima de Fábio, que operou um verdadeiro milagre.

Cruzeiro voltou melhor
No segundo tempo, o Cruzeiro voltou melhor para o jogo, com duas substituições, e tratou de pressionar o Guarani. Aos cinco minutos, Thiago Ribeiro buscou a bola na esquerda, trouxe para dentro da grande área e bateu de direita. O goleiro do Bugre se esticou todo e espalmou para escanteio.

Com tanta pressão, não demorou muito para o gol do Cruzeiro sair. Aos seis minutos, Jonathan fez o cruzamento da direita e Gil recebeu na entrada da área, tocando no canto esquerdo da meta, diminuindo o marcador. O Guarani não suportou a pressão, e aos 30 minutos, Thiago Ribeiro cruzou da esquerda e Guerrón subiu para cabecear, certeiro, no canto direito da meta, empatando a partida.

Depois de sofrer o gol, o Bugre se soltou mais e partiu em busca da vitória que havia acabado de escapar das suas mãos. Aos 42 minutos, Roger recebeu na grande área e bateu por duas vezes para empurrar para as redes, mas não adiantou muito, pois o assistente assinalou posição irregular do atacante.

Próximos jogos
Na próxima quarta-feira, o Guarani volta a Vila Belmiro para enfrentar o Santos. Na última vez que ele esteve na baixada, o Bugre levou uma goleada de 8 a 1. O Cruzeiro enfrenta o Botafogo, em Minas, buscando sua segunda vitória na competição, às 21h50.

Ficha Técnica

Guarani 2 x 2 Cruzeiro

Local: Estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas-SP
Renda: R$ 155.166,00
Público: 8.589 pagantes
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden
Cartões Amarelos: Paulo Roberto e (Guarani); Thiago Ribeiro, Thiago Heleno e Henrique (Cruzeiro)
Gols: Roger aos 11’/1T e aos 31’/1T (Guarani); Gil aos 6’/2T e Guerrón aos 30'/2T (Cruzeiro)

Guarani
Douglas; Rodrigo Heffener, Fabão, Ailson e Márcio Careca; Renan, Paulo Roberto, Preto (Mario Lucio) e Moreno (Baiano); Mazolla e Roger
Técnico: Vagner Mancini

Cruzeiro
Fábio; Eli Carlos (Fabinho), Gil, Thiago Heleno e Diego Renan; Marquinhos Paraná, Henrique, Pedro Ken (Jonathan) e Fernandinho (Guerrón); Thiago Ribeiro e Kléber
Técnico: Adilson Batista