Barueri 4 x 0 Náutico - Com quatro gols de Val Baiano

por Agência Futebol Interior

Este foi o oitavo gol dele em seis jogos, igualando a artilharia com Felipe, do Goiás, e Roger, do Vitória. São dois gols a mais do que Pedrão, ex-titular do Barueri e que se transferiu para o futebol árabe.

”Foi uma noite que deu tudo certo, mas tenho que agradecer o time que jogou muito bem, sempre priorizando o coletivo”, comentou o artilheiro.

Próximos Jogos
Na 13.ª rodada, o Barueri vai até o Maracanã, quarta-feira, às 19h30, enfrentar o Flamengo, que empatou com o Botafogo, por 2 a 2. O Náutico vai tentar se reabilitar em casa, quarta-feira, diante do Botafogo, a partir das 21h50.

Ficha Técnica

Barueri 4 x 0 Náutico


Local: Estádio Arena Barueri, em Barueri (SP)
Renda: R$ 19.365,00
Público: 1.866 pagantes,

Árbitro: Héber Roberto Lopes – PR (FIFA)
Cartões amarelos: Xandão e Diego (Barueri). Gladstone e Eduardo Erê (Náutico).
Cartão vermelho: Asprilla (Náutico)

Gols: Val Baiano, pênalti, aos 19 e aos 39 minutos do primeiro tempo e aos 26 minutos, de pênalti, e aos 32 minutos do segundo tempoBarueri
Renê; Xandão (Daniel Marques), André Luís e Diego; Franciscatti, João Vitor (Otacílio Neto), Márcio Hahan, Thiago Humberto e Bruno Ribeiro; Val Baiano e Fernandinho (Emiliano).
Técnico: Estevam Soares

Náutico
Eduardo; Vágner, Gladstone e Asprilla; Sidny (Eduardo Erê), Galiardo, Derley, Dinda (Juliano) e Jhonny; Carlinhos Bala e Gilmar.
Barueri, SP, 19 (AFI) – Com quatro gols de Val Baiano, o Barueri goleou o Náutico, por 4 a 0, neste domingo à noite, no fechamento da 12.ª rodada do Campeonato Brasileiro. A vitória confirma a boa campanha do caçula paulista agora em quinto lugar, com 21 pontos e há oito rodadas invicto. Além disso, tem o melhor ataque da competição, com 28 gols.

A situação é inversa para o time pernambucano, que completou nove jogos sem vencer, continua com nove pontos e sozinho na lanterna. A sua defesa é a pior, junto com o Santos, com 26 gols sofridos.

Barueri bem armado
Mesmo com seis desfalques, o Barueri entrou em campo bem organizado pelo técnico Estevam Soares, que exigia a manutenção da bola para envolver o adversário. Em campo, a ordem era cumprida à risca e o primeiro gol saiu logo.

Aos 17 minutos, Fernandinho entrou na área em velocidade e acertou o pé da trave. No rebote, Val Baiano concluiu, a bola bateu na perna do zagueiro Asprilla e depois em sua mão. O árbitro marcou pênalti e expulsou o zagueiro pernambucano. Na cobrança, Val Baiano bateu forte e rasteiro, no lado esquerdo do goleiro Eduardo.

Com um jogador a mais em campo, Estevam Soares optou pela entrada de Otacílio Neto no lugar do volante João marcos, que saiu machucado. Aos 39 minutos, o Barueri ampliou. Frasciscatti fez o cruzamento perfeito pelo alto e Val Baiano tocou de cabeça, de cima para baixo.

Mais dois gols dele!
No segundo tempo, o Náutico ainda ameaçou uma reação. Mas logo o Barueri “matou” o jogo. Aos 16 minutos Val Baiano exagerou ao tentar uma bicicleta e perdeu o terceiro. Mas a noite era do artilheiro, que marcou mais duas vezes.

Aos 26 minutos ele ampliou, cobrando pênalti, sofrido por Thiago Humberto, empurrado pelas costas. Aos 32 minutos, Otacílio Neto fez o cruzamento do lado esquerdo e o Eduardo não interceptou a bola que sobrou para Val Baiano. Mesmo sem ângulo ele bateu no canto, a bola desviou na defesa e entrou.

Novo artilheiro
Técnico: Geninho.