Messi é segundo e Neymar fica em quarto em premiação da Fifa

O outro finalista do prêmio da Fifa referente a 2016 foi o francês Griezmann, do Atlético de Madrid

por Agência Estado

Campinas, SP, 09 - Cristiano Ronaldo e Lionel Messi mais uma vez polarizaram a eleição do melhor jogador do ano. Após entregar o troféu de Melhor do Mundo ao português, a Fifa revelou que ele recebeu 34,54% dos votos. O argentino, que não compareceu à cerimônia de gala em Zurique, na Suíça, terminou em segundo, com 26,42%.

Exceção à Bola de Ouro de 2010, quando Cristiano Ronaldo terminou apenas no sexto lugar e Messi foi finalista junto com Iniesta e Xavi, campeões da Copa do Mundo, desde 2008 os dois se revezam nos dois primeiros lugares. Em 2007, quando a revista francesa France Football ainda realizava sozinha a premiação, os dois só ficaram atrás de Kaká.

O outro finalista do prêmio da Fifa referente a 2016 foi o francês Griezmann, do Atlético de Madrid, que recebeu apenas 7,53% da menções. O brasileiro Neymar, que havia ficado em terceiro em 2015, desta vez terminou em quarto, com 6,23% dos votos. O uruguaio Suárez terminou em quinto (5,11%), mesma posição do ano anterior, e o galês Bale em sexto (4,62%). Quarto em 2015, o polonês Lewandowski desta vez ficou só em 12.º lugar.

Pela primeira vez, a Fifa abriu a votação para os torcedores, que, junto com 200 jornalistas, foram responsáveis por 50% dos votos. A outra metade seguiu sob responsabilidade de técnicos e capitães de seleções nacionais. Já a France Football havia dado a Bola de Ouro a Cristiano Ronaldo a partir do voto de jornalistas.

VOTOS
Capitão da seleção brasileira, Daniel Alves votou em três ex-companheiros de Barcelona: Messi em primeiro, Neymar em segundo e Suárez em terceiro. Tite preferiu Cristiano Ronaldo, apontando Neymar em segundo lugar, apenas. O treinador da seleção não votou em Messi, escolhendo o francês Griezmann.

Como de costume, muitos treinadores e jogadores optaram por votar em atletas de seus países ou de seus clubes. O francês Lloris votou em Griezmann, Neuer foi de Kroos Toni, enquanto Lewandowski, do Bayern, optou pelo goleiro alemão em primeiro.

O próprio Cristiano Ronaldo escolheu Bale em primeiro, Modric em segundo e Sergio Ramos em terceiro - todos seus companheiros no Real Madrid. Só Sergio Ramos fugiu dessa lógica. Até colocou o seu colega português em segundo, mas não deixou de votar nos barcelonistas Messi e Iniesta. Ibrahimovic foi lembrado pelo capitão da Suécia como melhor do mundo, enquanto Bale ganhou o voto galês.

aaa