Em rodada de golaços e gol Puskas, confira a Seleção FI da 9ª rodada da Série B

Se fosse para definir a nona rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, certamente seria a rodada dos golaços.

A Série B do Campeonato Brasileiro tem ampla cobertura dos canais do Futebol Interior

seleção fi
Matheus Frizzo marcou o "gol que Pelé não fez"

Campinas, SP, 11 (AFI) – Se fosse para definir a nona rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, certamente seria a rodada dos golaços. Pelo menos três pinturas foram realizadas na rodada, que carimbaram a presença dos jogadores na nossa Seleção FI.

Destaques para os gols de: Maxwell, de voleio, na vitória do Operário-PR por 1 a 0 sobre o Guarani; o gol de bicicleta de Sassá, no triunfo do Amazonas por 2 a 1 sobre o Brusque e; o gol de antes do meio de campo de Matheus Frizzo, na vitória do Coritiba por 4 a 2 sobre o Ituano. O último é tem campanha da torcida do Coxa pelo prêmio Puskas.

Além dos autores dos golaços, destaque também para o técnico Luizinho Lopes, que comanda nossa Seleção FI. O treinador chegou a pouco tempo, renovou o astral do Vila Nova após a derrota acachapante na final da Copa Verde e conquistou sua primeira vitória no comando do Tigre.

CONFIRA A SELEÇÃO FI DA 9ª RODADA.

Goleiro: Muralha (Mirassol)

O sistema defensivo do Mirassol precisou segurar o Goiás com dois jogadores a menos. Não só segurou, como ainda venceu o adversário por 1 a 0, seguindo 100% em casa. Muralha não foi tão acionado, mas foi seguro quando o time precisou dele, principalmente em uma defesa quando o jogo estava 0 a 0. Representa bem a defesa do time paulista.

Lateral direito: Ocampos (Operário-PR)

O lateral Ocampos foi um dos destaques da vitória do Operário sobre o Guarani. Além de anular as poucas investidas do Bugre, foi dele o cruzamento que resultou o gol de voleio de Maxwell.

Zagueiro: Rafael Donato (Novorizontino)

O Novorizontino não encontrou muita dificuldade para envolver o Santos no Jorjão. Bem postado defensivamente, o Tigre venceu o “time a ser batido na Série B” por 3 a 1. Bem na zaga, Rafael Donato ainda foi centroavante e deixou sua marca na partida.

Zagueiro: Tiago Pagnussat (Avaí)
Foi decisivo para o Avaí não ser surpreendido pela Chapecoense, em plena Ressacada. Ainda no primeiro tempo, Marcinho recebeu dentro da área e chutou rasteiro. A bola havia passado por César, mas não entrou porque Tiago Pagnussat, mesmo no chão, esticou o pé e salvou praticamente em cima da linha.

Lateral esquerdo: Rodrigo Gelado (Coritiba)

O Coritiba se impôs sobre o Ituano no Couto Pereira, com 10 minutos, o Coxa já estava na frente, com um belo gol do lateral Rodrigo Gelado, que apareceu na área e, num chute sem-pulo, acertou o ângulo. Ele foi um dos principais acionados no campo de ataque, quando esteve em campo.

Volante: Foguinho (Chapecoense)
Incansável, Foguinho estava em todo lugar do campo no clássico contra o Avaí. Contribuiu principalmente na marcação, não deixando os meias adversários respirarem, e ainda arriscou algumas subidas para o ataque.

Meia: Benítez (América-MG)
Ditou o ritmo do jogo contra a Ponte Preta. É verdade que a condição física está longe da ideal, mas Benítez foi o responsável por organizar as principais jogadas ofensivas e ainda deu a assistência para Fabinho marcar o segundo gol do América-MG. Será muito importante na luta do Coelho pelo acesso.

Meia: Matheus Frizzo (Coritiba)

Candidato ao prêmio Puskas, o meia Matheus Frizzo foi o grande destaque da vitória do Coritiba por 4 a 2 sobre o Ituano. De antes do meio de campo, o meia encobriu o goleiro Jefferson Paulino. Uma verdadeira pintura no Couto Pereira.

Atacante: Sassá (Amazonas)

Na rodada de golaços, o veterano Sassá deixou uma pintura na vitória da Onça sobre o Brusque. De bicicleta, o atacante abriu o marcador para o Amazonas. Com boa presença de área, o atacante deu trabalho a defesa Quadricolor.

Atacante: Maxwell (Operário-PR)

Fazendo valer a lei do ex, o atacante Maxwell foi o destaque da vitória do Operário-PR sobre o Guarani. Ex-Bugre, o atacante acertou lindo voleio para marcar o único gol da partida. Ele ainda deixou uma bola na trave, além de dar trabalho à defesa do time verde de Campinas.

Atacante: Alesson (Vila Nova)

O Vila Nova conseguiu uma grande vitória sobre o embalado Ceará. Em um bom jogo, o atacante Alesson, artilheiro da equipe na temporada, chamou a responsabilidade e converteu o pênalti no último lance da partida.

Técnico: Luizinho Lopes (Vila Nova)

No melhor jogo da nona rodada, o Vila Nova conseguiu virar a página da derrota acachapante na final da Copa Verde e se reabilitou na temporada. O técnico Luizinho Lopes assumiu a equipe recentemente, mudou o astral do elenco e conquistou sua primeira vitória pelo Tigre em grande estilo.

AGENDADO
unnamed file 82
CRB
0 0
unnamed file 10
Botafogo
PÓS-JOGO
unnamed file 87
América
2 0
unnamed file 35
Ponte Preta
PÓS-JOGO
unnamed file 1027
Novorizontino
3 1
unnamed file 38
Santos

Confira também: