Cinco anos de história e debutante na Copa do Brasil. Conheça o adversário do Guarani!

O Maricá conseguiu a vaga ao ser vice-campeão da Copa Rio de 2021

Categorias: Futebol Interior

Por: Agência Futebol Interior, 18/01/2022

marica futebol clube copa rio
Maricá foi vice-campeão da Copa Rio de 2021

Campinas, SP, 18 (AFI) – O Guarani conheceu seu adversário da 1ª fase da Copa do Brasil na última segunda-feira, em sorteio realizado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF). O Portal Futebol Interior tenta deixar o torcedor bugrino mais por dentro sobre o Maricá Futebol Clube, do Rio de Janeiro.

Fundado em 2017, o Tsunami Metropolitano trouxe o futebol profissional de volta para a Maricá depois de 12 anos – a última equipe havia sido o Taquaral. A cidade é localizada na região da Grande Niterói e fica a 61km da capital carioca.

Antes voltado para a formação de atletas, o Maricá se tornou um clube-empresa e nos últimos anos vem chamando a atenção no cenário estadual. Não é a toa que, nos últimos dois anos, o Tsunami Metropolitano disputou a 2ª Divisão do Campeonato Carioca, almejando a presença na elite.

A Copa do Brasil de 2022 será a primeira competição nacional da história do clube e a vaga foi alcançada depois do vice na Copa Rio – campeão Pérolas Negras acabou escolhendo disputar o Campeonato Brasileiro da Série D.

Como o estádio em Maricá ainda não reúne condições de receber partidas, o duelo contra o Guarani será realizado no Estádio Elcyr Rezende de Mendonça, que pertence ao Boavista e fica em Saquarema-RJ.

marcus alexandre tecnico marica
Marcus Alexandre vai para sua quarta temporada como treinador do Maricá

MAIS INFORMAÇÕES
Em relação ao elenco que foi vice-campeão da Copa Rio no ano passado, o Maricá sofreu algumas baixas importantes, como o volante Rafael França e o atacante Lelê, que se transferiram para Londrina-PR e Volta Redonda-RJ, respectivamente.

Apesar dessas baixas, o Tsunami Metropolitano conseguiu manter a base e ainda trouxe peças de reposição. No comando técnico está Marcus Alexandre, que tem 49 anos e vai para sua quarta temporada no clube. Antes, ele trabalhou durante muitos anos nas categorias de base do Vasco da Gama, além de ter passado pelo Nova Iguaçu-RJ.

“O Maricá sabe da grande dificuldade que vai ser enfrentar o Guarani. Era a equipe mais forte do pote, que vem de uma grande campanha na Série B, muito tradicional, campeã brasileira e que revelou grandes jogadores. Só de enfrentar o Guarani esse jogo já vai entrar para a história do Maricá. Esperamos propiciar um grande espetáculo para as duas torcidas”, disse Marcus Alexandre ao Portal Futebol Interior.

Confira também: