Atibaia repatria jovem treinador para disputa da Copa São Paulo

Brasileiro Ricardo Belli, 30, estava no Sport Lisboa e chega para o lugar de Cristian de Souza

por Grande Área - Campinas

Atibaia, SP, 22 (AFI) - Após sofrer uma baixa inesperada com a saída do técnico Cristian de Souza (ex-Grêmio/RS e Ceará), que recebeu proposta para comandar um clube da Série A2, o Sport Club Atibaia já definiu seu novo treinador para disputa da Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2017. Trata-se do vinhedense Ricardo Belli (ex-Paulista e Rio Branco-SP), de 30 anos, que desde 2013 vinha atuando em equipes de base do futebol português. Seu último clube foi o Sport Lisboa.

Belli iniciou a carreira em 2010 no Paulista de Jundiaí, onde trabalhou na equipe profissional comandada por Fernando Diniz. Em 2012, comandou o Sub-20 do Clube Atlético Guaçuano. No ano seguinte, na mesma categoria, dirigiu o Rio Branco, de Americana.
Ricardo Belli comandará o Atibaia na Copa São Paulo (foto: Fabio Giannelli/Soccer Digital)
Ricardo Belli comandará o Atibaia na Copa São Paulo (foto: Fabio Giannelli/Soccer Digital)

EXPERIÊNCIA
“Estive os últimos três anos em Portugal. Comecei no Brasil, no Paulista de Jundiaí, fazendo um estágio com o Fernando Diniz, que hoje é treinador do Oeste. Fiquei lá por um tempo e depois fui efetivado. Trabalhei no Rio Branco, de Americana, na equipe sub20 durante o Campeonato Paulista na primeira divisão. Em 2013, fui para Portugal fazer um mestrado em Treino Esportivo na Universidade de Coimbra. Também tirei a licença C do curso da UEFA”.

SUCESSO EM PORTUGAL
“Trabalhei na Acadêmica de Coimbra, fiz um bom trabalho na equipe de juniores no campeonato nacional. Depois passei pelo Sport Lisboa, que é uma equipe do distrito de Leria. No primeiro ano, no campeonato de juniores, fomos campeões distritais das divisões de honra e fui escolhido entre os três melhores treinadores do distrito. No outro ano, subimos o time para o campeonato nacional eu fiquei como treinador e coordenador geral do clube. Voltei para o Brasil no final da temporada e apareceu essa oportunidade do Atibaia. Espero fazer o um bom trabalho da equipe sub20 na Copa São Paulo”.

INTEGRAÇÃO COM PROFISSIONAL
“Tenho um contato muito bom com o Sandro (Sandro Sargentim, treinador) e com o Bellão (Rodrigo Bellão, auxiliar-técnico), com toda a comissão técnica da equipe profissional. A ideia é trabalharmos em um modelo de jogo parecido, com ideias parecidas, porque essa formação do atleta para o Atibaia sempre será facilitada se houver a transição da equipe júnior para a equipe profissional. Isso já vai ser mais fácil, porque vamos trabalhar em uma metodologia integrada.”

40 DIAS DA ESTREIA
“Eu vejo que o nosso time tem algumas questões a serem trabalhadas, a serem melhoradas. Até pelo pouco contato que tive e pelo que me passaram já do clube. No entanto, vejo que podemos fazer um bom trabalho. Temos quarenta dias para iniciar a competição, o tempo pode parecer curto, mas sendo bem trabalhado da melhor maneira acredito que a gente consiga colocar uma equipe bem competitiva para o inicio da Copa São Paulo”.

ESTILO DE JOGO
“Meu estilo é ter uma equipe equilibrada, que sabe o que fazer quando tem a bola e quando não tem ela também. Tem que se comportar melhor ainda, então procuramos saber jogar em posse, mas ao mesmo tempo termos esse equilíbrio defensivo, até para fazer uma transição ataque e defesa. Uma equipe muito competitiva, essa é minha ideia”.