Série D: Tocantinópolis no STJD por atraso no jogo contra Castanhal

Tocantinópolis pode pegar pena que varia entre R$100 e R$1.000 por minuto. O julgamento acontece na próxima segunda-feira (27), às 13h, no Rio de Janeiro

O Tocantinópolis-TO vai ser julgado devido ao atraso na partida contra o Castanhal-PA, no jogo válido pela 8ª rodada da Série D, no dia 4 de junho

Categorias: Futebol Brasil

Por: Agência Futebol Interior, 23/06/2022

tocantinopolis cstanhal e1656024592138
Tocantinópolis e Castanhal pela Série D (Foto: Mr Jhorge / Tocantinópolis EC)

Tocantinópolis, TO, 23 (AFI) – O Tocantinópolis-TO vai ser julgado pela Primeira Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) devido ao atraso na partida contra o Castanhal-PA, no jogo válido pela 8ª rodada da Série D, no dia 4 de junho.

TOCANTINÓPOLIS E O ATRASO

Na ocasião, segundo o árbitro da partida “houve 39 minutos de atraso, para o início da partida, em virtude da equipe do Tocantinópolis Esporte Clube não está no campo de jogo na hora marcada.”

No dia, o Tocantinópolis-TO enfrentou um engarrafamento até ao estádio, e o técnico do Verdão do Norte falou sobre o ocorrido.

“Sabemos que uma equipe profissional tem toda uma logística para a realização de um jogo, desde o extracampo até a parte técnica. Infelizmente o nosso pré-jogo atrapalhou todo nosso planejamento.”

Por conta desse atraso, o Tocantinópolis pode pegar pena que varia entre R$100 e R$1.000 por minuto. O julgamento acontece na próxima segunda-feira (27), às 13h, no Rio de Janeiro.

CBJD

O Tocantinópolis-TO será julgado baseado no artigo 206 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), em que diz respeito a “Dar causa ao atraso do início da realização de partida, prova ou equivalente, ou deixar de apresentar a sua equipe em campo até a hora marcada para o início ou reinício da partida, prova ou equivalente”.

OUTRA VEZ

Por ainda, o Tocantinópolis-TO pode ser punido por um outro atraso, na partida contra o 4 de Julho, pela nona rodada, em que na súmula do jogo o árbitro relatou a situação.

“O início de jogo foi atrasado por 03 minutos pois a equipe do Tocantinópolis adentrou o campo de jogo para o início do primeiro tempo às 18h33min, não cumprindo com o protocolo previsto no rgc de entrada das equipes. Destaco que a equipe 4 de julho adentrou o campo para o primeiro tempo às 18h27min”.

Confira também: