Seleção da SÉRIE B do Futebol Interior tem técnico 'boliviano' e esquema 3-5-2

Para dar aquela ajustada na formação tática, desta vez, a Seleção Futebol Interior ficou armada no esquema 3-5-2

Publicado em .

Para dar aquela ajustada na formação tática, desta vez, a Seleção FI ficou armada no esquema 3-5-2

Campinas, SP, 21 (AFI) - Na acirrada disputa do Campeonato Brasileiro da Série B, tanto pela liderança como para fugir da rabeira, a disputa por uma vaga na Seleção da Rodada do FUTEBOL INTERIOR está cada vez mais concorrida.

Nesta 10.ª rodada, não houve time com dois jogadores, exceção feita ao Sampaio Corrêa que contou com a escalação do técnico Léo Condé.

Para dar aquela ajustada na formação tática, desta vez, a Seleção FI ficou com três zagueiros, cinco homens no meio-campo e apenas dois atacantes. Mas é um time de peso, que vale a pena conferir.

CONFIRA A COBERTURA COMPLETA DA SÉRIE B !

Cuiabá puxa a liderança da SÉRIE B
Cuiabá puxa a liderança da SÉRIE B

SITUAÇÃO DO G-4 e Z-4
Na briga pela liderança, a rodada fechou com o Cuiabá na frente com 21 pontos, um na frente do Paraná com 20 pontos. Fecham o G-4 a Ponte Preta com 18 e a Chapecoense com 17.

Pela rabeira, o Oeste segura a lanterninha com seis pontos, atrás de CSA e Sampaio Corrêa com sete e Guarani com oito pontos.

SELEÇÃO FI E OS MELHORES DA 10.ª RODADA

________________________________________________________________________________________________________________
Goleiro: João Carlos (Cuiabá)

O ditado é que todo grande time começa por um grande goleiro. No caso do líder Cuiabá é a pura verdade. Apesar da vitória aparentemente tranquila sobre o Oeste, por 3 a 0, o goleiro voltou a fazer grandes defesas, pelo menos uma em cada tempo. Sem contar o pênalti defendido na cobrança do experiente Mazinho.

______________________________________________________________________________________________________

CSA festejou muito a vitória sobre o Cruzeiro
CSA festejou muito a vitória sobre o Cruzeiro

Zagueiro: Cléberson (CSA)
O time alagoano desencantou, voltou a vencer e deixou a lanterna. E a vitória sobre o Cruzeiro foi graças aos zagueiros Cléberson e Alan Costa.

Firmes no sistema defensivo, eles ainda acharam espaço para ajudar o Azulão. No CSA, o melhor ataque é a defesa.

Zagueiro: Fabrício (Paraná)
É um dos pilares do Paraná na boa campanha do clube na Série B do Campeonato Brasileiro. Impecável defensivamente, o atleta aparece muito bem no ataque na vitória por 2 a 0 para cima do CRB. Inclusive, foi quem abriu o placar em um belo arremate de primeira.

Zagueiro: Matheus Mancini (Confiança)
Foi o nome do jogo na vitória do Confiança para cima do Guarani por 1 a 0. O filho do técnico Vagner Mancini, hoje no Atlético Goianiense, fez o único gol do duelo e ainda teve participação positiva na defesa, não dando espaço para os jogadores bugrinos brilharem. Merece estar na seleção.
_______________________________________________________________________________________________________

Ala: Apodi (Ponte Preta)
O rodado lateral, que atua como ala, ponta ou até atacante tem sido referência na boa campanha da Macaca dentro da Série B do Brasileiro. A sua presença em campo tem sido marcante e, cada vez mais, se tornou peça fundamental para o técnico João Brigatti.

No empate por 1 a 1 com o Operário, ele marcou um golaço. Desceu em diagonal e bateu de pé esquerdo. Um verdadeiro pombo sem asa que morreu no gol adversário. Indefensável. Um golaço!

Apodi acertou um petardo de esquerda pela Macaca
Apodi acertou um petardo de esquerda pela Macaca

Volante: Willian Oliveira (Chapecoense)
Tem sido o ponto de equilíbrio do esquema do técnico Umberto Louzer, atuando na frente dos zagueiros e dando consistência ao setor defensivo. Foi o que aconteceu no Estádio dos Aflitos, suportando a pressão do Náutico no empate justo por 1 a 1.

Meia: Dudu (Figueirense)
Entrou no segundo tempo na Arena Independência e acabou se tornando no ‘homem do jogo’. Não só porque marcou o gol da vitória importante do time catarinense, como também porque deu ‘nova vida’ ao time comandado por Elano Blumer, em sua primeira vitória sob o comando do Figueirense.

VEJA OS GOLS DO LÍDER CUIABÁ EM CIMA DO OESTE

Meia: Matheus Oliveira (Brasil-RS)
Foi o grande destaque da vitória do Brasil de Pelotas por 1 a 0 para cima do Botafogo. Foi o homem mais perigoso do primeiro tempo, criando boas oportunidades de gol, e ainda roubou a bola e deu assistência para o gol marcado por Danilo Gomes, já na etapa final.

Meia: Matheus Bastos (Operário)
Principal articulador das jogadas do time paranaense, além de ser um perigo nos lances de bola parada. Comandou o time em busca do empate e quase da virada com a Ponte Preta em Campinas. Sem contar, é claro, que marcou o gol em Campinas.

________________________________________________________________________________________________________________

Atacante: Caio Dantas (Sampaio Corrêa)
O atacante marcou duas vezes na vitória surpreendente por 5 a 2 sobre o Avaí. Com faro de gol, soube aproveitar as chances que teve e deu muito trabalho para a defesa adversária. contou também com as assistências de Pimentinha, outro destaca 'boliviano'.

Atacante: Breno Lopes (Juventude)
Chegou ao seu quarto gol com a camisa do Juventude na Série B do Campeonato Brasileiro. Bem participativo, criou as principais oportunidades de gol da equipe gaúcha no empate por 1 a 1 diante do Vitória.
_______________________________________________________________________________________________________

Léo Condé: goleada após persistência
Léo Condé: goleada após persistência

Técnico: Léo Condé (Sampaio Corrêa)
Mesmo com seu elenco sendo um dos mais prejudicados pela pandemia do Covid-19, ele nunca desistiu de manter o controle do elenco. Seu time vinha jogando bem, porém, sempre pecando em alguns detalhes que comprometiam.

Desta vez, sobrou na goleada por 5 a 2 em cima do Avaí, mesmo dentro da Ressacada em Florianópolis (SC).

Condé precisa ser mantido no cargo, porque ainda terá muito trabalho para recuperar os pontos perdidos e deixar a Bolívia Querida numa posição digna de sua tradição. E, neste momento, ainda tem dois jogos a menos do que a maioria dos participantes da competição.