Figueirense amplia suspensão das atividades e marca retorno para 30 de março

A medida é necessária em razão do "exponencial crescimento dos casos de contaminação pela covid-19"

Publicado em .

A medida é necessária em razão do "exponencial crescimento dos casos de contaminação pela covid-19"

Florianópolis, SC, 22 - Respeitando as determinações das autoridades para ajudar a conter o avanço da pandemia do novo coronavírus, o Figueirense comunicou que ampliou a suspensão das atividades do clube e marcou a reapresentação dos jogadores para o dia 30 de março.

Em comunicado assinado pelo presidente Norton Flores Boppré, o Figueirense destaca que a medida é necessária em razão do "exponencial crescimento dos casos de contaminação pela covid-19". Antes, a reapresentação estava agendada para esta terça-feira. É possível, no entanto, que a data seja novamente alterada.

"Ao tempo em que determina a suspensão das atividades, o Conselho Administrativo pede aos seus colaboradores que mantenham a rotina de isolamento social, atendendo às orientações das autoridades, com o objetivo de inibir a transmissão da doença e contribuir com a saúde da nossa comunidade", diz outro trecho do comunicado.

Estádio Orlando Scarpelli encontra-se fechado
Estádio Orlando Scarpelli encontra-se fechado
PARALISADO
O Campeonato Catarinense, assim como quase todos os torneios ao redor do mundo, está paralisado e não tem data para ser retomado. Dessa forma, os treinamentos estão suspensos e os jogadores e funcionários foram liberados.

O Figueirense é um dos clubes que colocou suas instalações - o estádio Orlando Scarpelli e também o CFT do Cambirela, em Palhoça - à disposição das autoridades municipais e estaduais para auxiliar no combate à doença.