Paulista A3: Meia experiente é peça fundamental do Rio Preto

Estreia é no dia 23, diante do Nacional, em Rio Preto

Rio Preto está em reta final de preparação para a A3

Categorias: Futebol Interior

Por: Oscar Silva, 23/01/2022

IMG 4332
Thiago Lima, meio-campista do Rio Preto - Foto: Muller Merlotto da Silva

São José do Rio Preto, SP, 23 (AFI) – Menos de uma semana para a estreia no Campeonato Paulista da Série A3, o técnico Rodrigo Fonseca já tem em mente o time do Rio Preto que entra em campo no próximo sábado (29), às 15h, no estádio Anísio Haddad, Riopretão, contra o Nacional. No entanto, a escalação do Verdão da Vila Universitária só será conhecido momentos antes da partida.

Em campo, o Jacaré entra com um time que a idade média é de 28 anos e seis meses. Por conta disso, o experiente volante Thiago Lima, é o mais velho do elenco com 33 anos, com muito potencial e energia em campo.
FALA, LIMA
“A expectativa é muito grande pra essa estreia, onde estamos trabalhando forte pra chegar bem no dia 29.  Nosso grupo e bem qualificado, estamos em evolução. Tenho certeza que vamos fazer uma bela estreia e uma excelente competição.”

Torcedor rio-pretense pode ficar tranquilo, porque temos um grupo muito bom, unido e focado e todos pensando num mesmo objetivo que é levar o Rio Preto rumo ao acesso, até porque tem uma ótima estrutura e merece estar numa divisão maior”, disse o experiente meio campista.
MAIS DE THIAGO LIMA
Na temporada passada, o meio-campista atuou em três equipes: o Metropolitano e o Carlos Reunax, ambos de Santa Catarina, além do Estrela do Norte-ES. Na carreira constam ainda passagens pelo Santo André, Jacuipense-BA e Patriocinense-MG, ambas por três temporadas. Foi no time do ABC, que o atleta veio da base.

Jogou no Real Noroeste-ES, Jataiense-GO, Tricordiano-MG e Guarulhos-SP. Fora do país, teve uma passagem pelo Thespa Kusatsu, equipe da 2ª Divisão da Liga J. League, do Japão e no Kuwait, da Arábia Saudita, por duas temporadas.
CONQUISTAS
Em termos de conquistas, Lima subiu em 2008, da Série B, do Brasileiro para a Série A, defendendo o Santo André. Em 2013, conquistou o acesso para a elite do futebol mineiro atuando pelo URT.

Seis anos depois, outro acesso desta vez com o Jacuipense–BA, da Série D, para a Série C, do Brasileirão. Já em 2020, foi campeão de acesso da Segunda Divisão Goiano, com a Jataiense.

Confira também: