O futebol mal vendido

O marketing dos clubes precisam de profissionais qualificados para a função e não de pessoas indicadas politicamente

por SÍLVIO GUMIERO - Campinas

Nesta coluna, deixo o futebol jogado das 4 linhas, para escrever sobre o marketing dos clubes. Como há alguns anos vem fazendo, o Itaú BBA divulgou a "Análise Econômico-Financeiro dos Clubes do Futebol Brasileiros".

É uma análise que toma por base os dados publicados na mídia pelos clubes, Federações e CBF.

Portanto o Itaú BBA não faz contatos com ninguém. Vou a alguns dados relevantes:

- em 2016 o crescimento da receita total foi de 20% nos 27 clubes analisados. Foram 4 bilhões e 300 milhões de reais em 2016 contra 3 bilhões, 620 milhões em 2015. O principal motivo desse aumento, foram as cotas de tv mais altas, que cresceram 38% e chegaram a 49% das receitas totais dos clubes.

- o investimento publicitário total no Brasil foi 129 bilhões de reais e a receita de propaganda nos clubes atingiu 550 milhões, apenas 0,42% do total.

Leila Pereira investiu 17,6% de toda publicidade dos clubes com a CREFISA
Leila Pereira investiu 17,6% de toda publicidade dos clubes com a CREFISA

- A Crefisa, patrocinadora do Palmeiras, representou 17,6% de todas as receitas publicitárias nos clubes.

- Palmeiras, Corinthians e Flamengo representaram 43% das receitas publicitárias.

Haja números hein!

Com eles revelados, penso que o futebol brasileiro se vende mal. Os clubes precisam fazer algo diferente para fugir desse cenário negativo.

É necessário um planejamento para colocar a marca do patrocinador junto ao consumidor, principalmente junto ao torcedor; ações que façam apelo à fidelidade e lealdade do torcedor.

No Brasil se analisa o retorno publicitário pela exposição nos veículos de comunicação, principalmente na tv. É pouco.

O marketing dos clubes precisam de profissionais qualificados para a função e não de pessoas que são colocadas nos cargos politicamente ou por serem próximas dos presidentes.

A propósito, um aviso a eles, os presidentes: Alguém já disse que o marketing é muito importante para deixar os assuntos apenas ao departamento.

Mãos à obra presidentes.

SÍLVIO GUMIERO
Silvio Gumiero Neto é publicitário desde 1971, diretor da Produto Propaganda Ltda. (www.produto.com.br) em Campinas. Trabalhou na TV Globo de São Paulo e na EPTV Campinas. Cursos: Propaganda (PUC-Campinas), Jornalismo (PUC-Campinas), Marke
Veja perfil completo
Veja todos