Ponte Preta sobrevive; feliz 2019 para o Guarani

Vitória magra mantém time pontepretano na briga pela última vaga

por ARIOVALDO IZAC - - - Campinas

Como se previa, esta 35ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B serviu para dar uma clareada sobre possibilidades de acesso.

A coluna já havia antecipado que havia ‘acabado’ para o Guarani antes mesmo daquela vitória sobre o Coritiba por 2 a 0.

Pois agora, com o empate sem gols diante do Figueirense, só se pode dizer feliz 2019 para o Bugrão!

Como só acompanhei o segundo tempo deste jogo em Florianópolis, a constatação em campo foi daquele Guarani que vinha patinando e sem articulação.

Que vergonha hein Vila Nova! Que sapecada sofrida em Pelotas, na goleada sofrida por 5 a 0 para o Brasil.

Ponte Preta? Sobrevive.

Se na técnica pouco pode-se esperar dela, ainda bem que sobra raça. E foi com incrível determinação, principalmente no segundo tempo, que ela conquistou vitória por 1 a 0 sobre o fraquíssimo e rebaixado Boa Esporte.

A Ponte se escora na matemática e pode chegar com chances até a última rodada, quando enfrentar o Avaí, em Florianópolis.

Seu próximo jogo será contra o fraco Juventude em Caxias do Sul, e na sequência recebe o decepcionante Coritiba.

Na noite desta terça-feira em Campinas, o futebol da Ponte só melhorou após a entrada do atacante Roberto, barrado frequentemente com faltas.

Numa delas, aos 29 minutos do segundo tempo, Barcelos cruzou e o zagueiro Renan Fonseca cabeceou a bola no canto baixo direito do goleiro Darley.

Afora isso a Ponte pouco ameaçou, apesar da intensidade ofensiva. E ainda correu risco de sofrer gols em lances que Daniel Cruz e Hélder ficaram livre para cabecear, porém desperdiçaram.

Pelo andar da carruagem, a Ponte vai brigar pela última vaga.

CSA

A primeira, já consolidada, é do Fortaleza, que cedeu empate por 1 a 1 para o CSA, resultado que encaminha o time alagoano ao acesso.

Com os 58 pontos conquistados, o CSA praticamente consolida a vaga se conquistar quatro pontos em seus dois próximos jogos, coincidentemente como mandante: Atlético Goianiense e Avaí. Na última rodada vai enfrentar o Juventude, no Sul do país.

GOIÁS E AVAÍ

Embora tenha dois de seus três próximos jogos na condição de visitante, as chances de o Goiás subir ao Brasileirão são claras.

Com 57 pontos, basta que vença um dos jogos fora de casa - o instável Coritiba e Oeste. Assim, dependeria de vitória simples sobre o Brasil de Pelotas em Goiânia, na última rodada.

Já o Avaí, embora com os mesmos 57 pontos do Goiás, pode ter se complicado ao ceder empate ao Atlético Goainiense, em Goiás.

Seus três próximos jogos serão contra equipes do pelotão de cima da tabela. Vai recepcionar Fortaleza e Ponte Preta, e sai para enfrentar o CSA.

LONDRINA

Tão vivo quanto a Ponte Preta está o Londrina na briga pelo acesso.

Chegando aos 54 pontos com a vitória por 4 a 2 sobre o Criciúma, ele terá que se sobressair fora de casa em dois jogos: o próximo em Barueri contra o Oeste, e na última rodada diante do Guarani. Em seus domínios vai enfrentar o CRB.

ARIOVALDO IZAC - -
Jornalista esportivo há 35 anos. Trabalhou, como jornalista, nas emissoras de Rádio Brasil, Educadora, Central, Jequitibá e Capital (São Paulo). Nos jornais: Diário do Povo e Jornal de Domingo, ambos de Campinas, e editor de Economia e Opinião do Jornal Todo Dia, de Americana.
Veja perfil completo
Veja todos