Vasco dá 'show de raça' no Maracanã e Galhardo sai com dores na coxa

A semifinal também serviu para coroar a estreia de Lucas Santos, destaque do Vasco na Copa São Paulo

por Agência Futebol Interior

Rio de Janeiro, RJ, 14 (AFI) - Melhor campanha da primeira fase, o Vasco está classificado para a final da Taça Guanabara. Responsável por ditar o ritmo do meio de campo, Thiago Galhardo saiu de campo com dores na coxa e passou a ser dúvida para o clássico do final de semana. A grande marca do clube no Maracanã foi a entrega até o último minuto, com jogadores batalhando pela posse de bola. Detalhe que ficou claro no gol de Marrony, aos 17 minutos do segundo tempo.

O camisa 38 pressionou a marcação, foi até o fim para disputar com Ranule, tirou a bola do goleiro e mandou para o fundo das redes , fechando a goleada por 3 a 0 pra cima do Resende. “Eu fico feliz por mais um gol. Hoje mais uma vez fiz meu papel, consegui ajudar a equipe, fiz um gol na raça e saímos com o resultado positivo, que é o mais importante”. O Vasco agora aguarda o vencedor de Flamengo e Fluminense para a final da Taça Guanabara.

Vasco dá 'show de raça' no Maracanã e Galhardo sai com dores na coxa
Vasco dá 'show de raça' no Maracanã e Galhardo sai com dores na coxa
Thiago Galhardo, que botou Bruno César no banco e começou como titular, saiu de campo se queixando de dores, mas exaltou a entrega dos jogadores:

“Eu estou com dor. Eu fui chutar uma bola ali, acho que foi desnecessário o pique, até pelo placar, mas é a vontade. A gente conseguiu que independente de como estiver a gente vai se entregar, tentar fazer mais gols. Na hora que eu levantei o pé eu senti embolar, não sei se de fato teve um estiramento ou só foi uma câimbra, mas agora é descansar e amanhã avaliar. É uma pena, porque a gente joga o campeonato todo pensando na final, um clássico... mas agora não é hora de lamentar”, comentou o camisa oito.

A semifinal também serviu para coroar a estreia de Lucas Santos, destaque do Vasco na Copa São Paulo e que passou a treinar com o profissional: “A equipe fez o que o treinador mandou. Saiu vitoriosa da partida, jogando bem, abriu o placar logo no começo do jogo e isso ajudou bastante pra dar seguimento na partida. Eu estou muito feliz por ter estreado no profissional, uma semifinal do campeonato, contra o Resende, no Maracanã com a torcida gritando seu nome, é um dia muito feliz pra mim e como presente ainda veio essa classificação para a final”.

 
 
" />