Time 100% e jogadores de duelo 'atípico' dominam Seleção FI do Brasileirão

O líder Atlético-MG colocou dois jogadores entre os melhores, enquanto Fluminense e Grêmio, juntos, colocaram quatro

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 06 (AFI) - A terceira rodada do Campeonato Brasileiro da Série A foi de grandes duelos. Enquanto o Atlético-MG se manteve com 100% de aproveitamento, Fluminense e Grêmio fizeram um jogo digno de Copa do Mundo no Maracanã. Após ver o time adversário abrir em 3 a 0, o clube carioca conseguiu uma virada histórica que terminou com o placar de 5 a 2.

Graças a esses dois fatos, a Seleção FI da terceira rodada do Brasileirão vem recheada de jogadores desses confrontos. O Galo colocou dois jogadores: o lateral-direito Guga e o volante Nathan, enquanto o Flu teve três entre os melhores: os atacantes Yoni Gonzáles e Luciano, além do técnico Fernando Diniz.

O líder Atlético-MG colocou dois jogadores entre os melhores, enquanto Fluminense e Grêmio, juntos, colocaram quatro
O líder Atlético-MG colocou dois jogadores entre os melhores, enquanto Fluminense e Grêmio, juntos, colocaram quatro


CONFIRA A SELEÇÃO FI DA TERCEIRA RODADA DO BRASILEIRÃO:
Vladimir (Avaí);
Guga (Atlético-MG), Luan (Palmeiras), Gabriel (Botafogo) e Victor Ferraz (Santos);
Tchê Tchê (São Paulo), Nathan (Atlético-MG), Rodriguinho (Cruzeiro) e Jean Pierre (Grêmio);
Yoni Gonzáles (Fluminense) e Luciano (Fluminense).
Técnico: Fernando Diniz (Fluminense).


CONFIRA A ATUAÇÃO DE CADA JOGADOR:
Goleiro: Vladimir (Avaí)

Vladimir impediu que o Avaí fosse goleado pelo Bahia na Arena Fonte Nova. O goleiro fez grandes defesas e dois milagres na derrota por 1 a 0. No lance do gol adversário, também pegou, no primeiro momento, o chance de Artur, mas faltou sorte, já que a bola voltou para o ex-atacante do Palmeiras.

Lateral-direito: Guga (Atlético-MG)
Esse tem nome de ídolo brasileiro. Guga foi o destaque da vitória do Atlético-MG para cima do Ceará , por 2 a 1. O jogador deu duas assistências para gols, sendo a segunda no último minuto da partida. O lado direito foi a principal arma do Galo para seguir com 100% de aproveitamento no Campeonato Brasileiro.

Time 100% e jogadores de duelo 'atípico' dominam Seleção FI do Brasileirão
Time 100% e jogadores de duelo 'atípico' dominam Seleção FI do Brasileirão
Zagueiro: Luan (Palmeiras)
A defesa do Palmeiras foi o destaque na vitória por 1 a 0 para cima do Internacional. Weverton pouco trabalho, graças ao belo trabalho da linha defensiva. Goméz fez boa partida, mas Luan acabou se destacando. O jogador estava em noite iluminado e ganhou todas as disputas contra os atacantes rivais.

Zagueiro: Gabriel (Botafogo)
Preciso nos desarmes, o zagueiro Gabriel impediu que o Fortaleza chegasse com muito perigo ao gol de Gatito. O jogador tem crescido, ao lado de Joel Carli, e começa a se destacar nesse início de Campeonato Brasileiro. Muito da vitória por 1 a 1 do Botafogo em cima do Fortaleza é destinada a ele.

Lateral-esquerdo: Victor Ferraz (Santos)
Victor Ferraz foi peça importante no empate sem gols entre Santos e CSA, no Rei Pelé. O jogador anulou os avanços do rival pelo seu setor e ainda foi uma boa opção no ataque. Faltou apenas o gol do Peixe para coroar sua atuação.

Volante: Tchê Tchê (São Paulo)
Tchê Tchê foi o ponto de desequilíbrio no empate entre São Paulo e Flamengo por 1 a 1. Jogando de uma maneira mais livre, o volante deitou e rolou na defesa do Mengão e ainda marcou o gol que salvou o Tricolor de derrota. Foi o ponto alto de um time apagado no último domingo, no Morumbi.

Meia: Nathan (Atlético-MG)
Assim como Guga, Nathan também foi importante na vitória do Atlético-MG por 2 a 1 contra o Ceará. O jogador correu por dois, marcou, atacou e marcou um dos gols do Galo. Foi muito bem nos desarmes e ainda ajudou na criação. Merece destaque.

Meia: Rodriguinho (Cruzeiro)
Rodriguinho vem sendo apontado como a melhor contratação por um clube brasileiro nessa temporada. O meia está jogo o fino da bola e, mais uma vez, foi essencial no triunfo do Cruzeiro, por 2 a 1, em cima do Goiás. O meia criou, marcou e ainda fez o gol da vitória celeste.

Meia: Jean Pyerre (Grêmio)
Grêmio e Fluminense fizeram uma grande partida e com muitos gols. Um dos destaques foi o meia Jean Pyerre. Ele deu assistência, marcou um e fez tudo o que pode para o Tricolor Gaúcho sair com a vitória. Acontece que o clube carioca estava em uma noite mais inspirada.

Atacante: Yony González (Fluminense)
Fluminense fez o principal jogo da rodada ao derrotar o Grêmio por 5 a 4. Yony González foi o cara. Ele marcou dois gols. O último decretou o triunfo da equipe carioca, com direito a dança. Os zagueiros do Tricolor Gaúcho terão pesadelos durante toda a semana.

Atacante: Luciano (Fluminense)
Assim como Yony, Luciano também teve atuação de gala na virada épica do Fluminense diante do Grêmio. O atacante fez Júlio César cometer uma lambança e ainda participou praticamente de todas as jogadas que terminou em gol do clube carioca. O 'moleque' brilhou!

Técnico: Fernando Diniz (Fluminense)
Sair perdendo por 3 a 0 e depois e buscar a virada para 5 a 4 é para poucos. Fernando Diniz conseguiu esse feito ao passar calma aos seus jogadores. Com uma nova filosofia de trabalho, o treinador vem sofrendo para fazer a equipe se adaptar. Ao menos, mostrou ter montado um time competitivo e que nunca desiste. Acabou sendo o técnico da rodada por ter mostrado muita percepção nas mudanças de jogadores e na filosofia de jogo, para conseguir uma virada histórica.