Com sotaque caipira, Seleção FI do Paulistão tem técnico que desbancou Sampaoli

Dos 11 escolhidos, apenas os laterais Igor Vinícius e Danilo Avelar, além do meia Hernanes, não são do interior

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 05 (AFI) -A quinta rodada do Campeonato Paulista durou de sábado até essa terça-feira e trouxe algumas surpresas. Único time com 100% de aproveitamento, o Santos foi goleado pelo Ituano, por 5 a 1, no Novelli Júnior. Já o Corinthians levou a melhor sobre o rival Palmeiras em pleno Allianz Parque. O São Paulo contou com a estrela de Hernanes para vencer o São Bento, enquanto a dupla campineira somou apenas um ponto dos seis disputados.

Como os grandes tiveram um desempenho irregular nesta rodada, a Seleção do Portal Futebol Interior é formada basicamente por jogadores dos times do interior. As exceções são os laterais Igor Vinícius (São Paulo) e Danilo Avelar (Corinthians), além do meia Hernanes (São Paulo). O treinador não poderia ser outro: Vinícius Bergantin, que humilhou o elogiado Jorge Sampaoli.

A grande surpresa da quinta rodada foi a goleada aplicada pelo Ituano sobre o Santos
A grande surpresa da quinta rodada foi a goleada aplicada pelo Ituano sobre o Santos
CONFIRA A SELEÇÃO FI ABAIXO

Goleiro: Henal (São Bento)
Tudo bem que o São Bento perdeu para o São Paulo, por 1 a 0, mas não tinha como deixar Henal de fora da Seleção FI. Depois de uma falha bizarra no meio de semana, o goleiro do São Bento só não conseguiu defender o chute no ângulo de Hernanes. De resto, ele fez pelo menos dois milagres e ainda defendeu um pênalti nos acréscimos da partida.

Lateral-direito: Igor Vinícius (São Paulo)
Contratado de forma discreta, sem chamar muita atenção, o lateral direito Igor Vinícius mostrou serviço na vitória do São Paulo. Ele foi um dos jogadores que mais apresentou para o jogo, deu alternativas de passe e ainda teve oportunidades de marcar. Deu pinta que pode ser um bom reserva para Bruno Peres e, quem sabe num futuro próximo, assumir a posição do jogador que está emprestado pela Roma só até metade deste ano.

Zagueiro: Léo (Ituano)
Quem conseguiu segurar o sistema ofensivo do Santos merece lugar na Seleção FI, ainda mais tendo marcado um dols gols na goleada do Ituano, por 5 a 1. Por isso, Léo será o companheiro de Leandro Amaro na defesa dos melhores da rodada. Antes do jogo em Itu, o Peixe havia marcado 11 gols em quatro rodadas e encontrou muitas dificuldades para criar as jogadas.

O contestado Danilo Avelar marcou o gol que deu a vitória do Corinthians sobre o Palmeiras
O contestado Danilo Avelar marcou o gol que deu a vitória do Corinthians sobre o Palmeiras
Zagueiro: Leandro Amaro (Mirassol)
A "Lei do Ex" foi implacável na manhã do último domingo no José Maria de Campos Maia. Com passagem pelo Guarani, Leandro Amaro mostrou oportunismo e grande poderio na bola aérea para marcar dois gols no empate em 2 a 2. E o zagueiro poderia feito mais um, mas a cabeçada passou por cima do travessão.

Lateral-esquerdo: Danilo Avelar (Corinthians)
O futebol é uma caixinha de surpresas. Em baixa, criticado pela torcida e devendo futebol, o lateral esquerdo precisou de apenas um clássico para mudar completamente sua história com o Corinthians. Ele aproveitou um rebote do goleiro Weverton e mandou para o fundo das redes, decretando a vitória por 1 a 0 contra o Palmeiras em pleno Allianz Parque, afastando qualquer possibilidade de crise do Parque São Jorge.

Volante: Jobson (Red Bull Brasil)
Jobson mostrou toda a sua categoria ao fazer o gol da vitória do Red Bull Brasil por 2 a 1 para cima da Ferroviária, em plena Arena da Fonte Luminosa. Após saída errada do goleiro Tadeu, o volante tocou de cobertura para dar três pontos ao Toro Loko. Além disso, anulou as principais jogadas do time da casa e saiu de campo como um dos principais destaques.

O volante Matheus Jesus está reencontrando seu futebol e marcou dois gols diante do Novorizontino
O volante Matheus Jesus está reencontrando seu futebol e marcou dois gols diante do Novorizontino
Volante: Matheus Jesus (Oeste)
Ninguém discute que Matheus Jesus tem potencial para atuar em alto nível no futebol brasileiro. Resta ele querer. E pelo menos neste começo de temporada vem mostrando que quer dar a volta por cima. Apesar de ser volante, está tendo liberdade para chegar na frente e isso pôde ser visto no empate rubronegro com o Novorizontino, por 2 a 2. Mostrando fato de gol, Jesus balançou as redes duas vezes.

Meia: Hernanes (São Paulo)
O Profeta chegou e resolveu. Na vitória pro 1 a 0 contra o São Bento, o camisa 15 colocou a bola debaixo do braço e salvou o São Paulo de um empate sem graça no Pacaembu. Tudo começou com o ímpeto de Gonzalo Carneiro, que não desistiu e roubou da marcação. Araruna acionou o meia, que cortou a marcação e mando no cantinho do goleiro Henal, com muita categoria. A bola ainda tocou na trave antes de entrar.

Atacante: Wesley (Bragantino)
Vem sendo um dos destaques do Bragantino neste início de Paulistão. Na vitória sobre a Ponte Preta, por 2 a 1, o atacante voltou a fazer a diferença, infernizando os zagueiros adversários com sua velocidade e habilidade. Puxou o contra-ataque que originou o gol de Matheus Peixoto e depois fez o segundo já nos minutos finais.

Atacante: Morato (Ituano)
Depois de uma passagem apagada por São Paulo e Sport, Morato foi anunciado como um dos principais reforços do Ituano para a disputa do Paulistão. E vem dando conta do recado. Ainda adquirindo um melhor ritmo, o atacante marcou dois gols na goleada aplicada sobre o Santos, por 5 a 1.

O técnico Vinícius Bergantino deu um nó tático em Sampaoli e viu o Ituano golear
O técnico Vinícius Bergantino deu um nó tático em Sampaoli e viu o Ituano golear
Atacante: Bruno Moraes (Botafogo)
O centroavante foi o principal nome da primeira vitória do Botafogo no Paulistão, por 3 a 0 sobre o São Caetano. Além de boa movimentação no comando de ataque, Bruno Moraes teve a responsabilidade de bater dois pênaltis durante a partida e não decepcionou, convertendo as duas cobranças e abrindo caminho para a vitória.

Técnico: Vinícius Bergantin (Ituano)
Não poderia ser outro o treinador da Seleção FI da quinta rodada. Diante de um adversário que estava até então com 100% de aproveitamento, o Ituano surpreendeu a todos e aplicou 5 a 1 no Santos. O placar ainda poderia ter sido mais elástico se não fosse o goleiro Vanderlei. Méritos para Vinícius Bergantin, que armou o time para marcar a saída de bola do adversário e deu um nó tático no tão elogiado Jorge Sampaoli.