Jogador de time da Série A3 avisa sobre medicamento ilegal antes do jogo e é sacado

Ricardo Tchô avisou sobre o remédio minutos antes da bola rolar entre São Carlos e Desportivo Brasil

por Agência Futebol Interior

Porto Feliz, SP, 16 (AFI) – A fase do São Carlos não é boa. Se o time vive situação desesperadora dentro de campo, fora dele também não é das melhores. Antes mesmo da partida contra o Desportivo Brasil, Richardo Tchô precisou ser barrado às pressas, pois, minutos antes da bola rolar, revelou ter tomado um medicamento ilegal, se flagrado no exame antidoping.

São Carlos é o lanterna da Série A3
São Carlos é o lanterna da Série A3

Caso atuasse e passasse pelo exame antidoping, Ricardo Tchô poderia gerar punições, como perda de pontos, ao São Carlos. Esse, inclusive, foi o principal motivo por ter avisado a comissão técnica no vestiário. Ele acompanhou a partida da arquibancada coberta. Marcus Vinícius entrou no lugar.

Segundo a assessoria de imprensa do São Carlos, Ricardo Tchô ingeriu um remédio para dor muscular, com princípio ativo proibido no exame antidoping. Ele foi barrado após passar para a comissão e, consequentemente, ao departamento médico o nome exato do medicamento.

Após o atleta ser substituído, o São Carlos entrou normalmente em campo para enfrentar o Desportivo Brasil. A Águia ocupa a lanterna da Série A3, com seis pontos, três do Taboão da Serra, primeiro fora da zona de rebaixamento.