Paulistão: Red Bull Brasil lamenta eliminação, mas vai com força máxima no Morumbi

Mesmo sem almejar mais nada nessa primeira fase, o elenco promete brigar pela vitória

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 09 (AFI) - Mais uma vez o Red Bull Brasil ficou pelo caminho. O empate por 0 a 0 com a Ponte Preta na última quinta-feira eliminou o time de Ricardo Catalá ainda na primeira fase do Campeonato Paulista. Agora apenas cumpre tabela na 12ª rodada. No Morumbi, o clube fecha a sua participação contra o São Paulo no próximo domingo, às 17 horas. Mesmo sem almejar mais nada nessa primeira fase, o elenco promete brigar pela vitória.

Com 13 pontos, o Red Bull Brasil não tem mais chances matemáticas de ser rebaixado, mas também não consegue ultrapassar o Botafogo, vice-líder do Grupo D com 16 pontos. Isso porque o adversário de Ribeirão Preto tem duas vitórias a mais faltando apenas a última rodada. Com isso, o objetivo de Ricardo Catalá passou a ser o Troféu do Interior, que garante ao campeão uma vaga na Copa do Brasil de 2019.

Red Bull lamenta eliminação, mas vai com força máxima para o Morumbi
Red Bull lamenta eliminação, mas vai com força máxima para o Morumbi
“O objetivo é fazer um bom Troféu do Interior, tentar buscar o título. O campeonato oferece uma vaga na Copa do Brasil e passa a ser a meta principal do clube”, revelou o treinador após o empate com a Ponte. Novamente sem nenhum jogador suspenso, é provável que o Red Bull Brasil mantenha a mesma escalação. O clube que não vence há quatro jogos, também pode comemorar duas partidas sem sofrer gols, com uma das melhores defesas da competição.

O treinador aproveitou a eliminação precoce na primeira fase para analisar a companha do Red Bull Brasil: “Esse time deveria ter ido mais longe. Nós perdemos pontos no começo do campeonato em partidas que tivemos a condição de vencer. Agora, todos os pontos que perdemos nas últimas rodadas ainda tiveram um peso maior”, completou Catalá.

Para a partida o provável time do Red Bull Brasil conta com: Júlio Cesar; Éverton Silva, Tiago Alves, Anderson Marques e Breno Lopes; André Castro, Doriva e Éder Luis; Deivid, Edmilson e Claudinho. Técnico: Ricardo Catalá.

 
 
" />