Ponte Preta anuncia ex-zagueiro Ronaldão como diretor de futebol

Ele encerrou a carreira de jogador de futebol justamente na Macaca, onde atuou de 1998 a 2002

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 20 (AFI) - A Ponte Preta surpreendeu a todos ao anunciar na noite desta quarta-feira mais um reforço para a próxima temporada. Mas ele não é para dentro de campo e sim fora das quatro linhas. Tetracampeão pela Seleção Brasileira em 1994, o ex-zagueiro Ronaldão será o novo diretor de futebol da Macaca.

"O Ronaldão não foi só um excelente atleta, como, principalmente, é uma pessoa que conhece todas as nuances e meandros do futebol, que sabe trabalhar de maneira forte e agregadora. E que tem a empatia da nossa imensa torcida. Estou certo que ele se somará ao grupo e nos ajudará a tomar decisões importantes para fazer a Ponte cada vez maior e melhor", disse o novo presidente José Armando Abdalla.

Ronaldão assume o lugar de Hélio Kazuo, que deixou o cargo para ser apenas o 2º vice-presidente - ano passado ele exerceu as duas funções. O novo dirigente já teve um primeiro contato com o gerente de futebol Gustavo Bueno para ficar por dentro da montagem do elenco. Ele é aguardado em Campinas no começo de janeiro.

O presidente José Armando Abdalla (à esq.) acertou com Ronaldão como novo diretor de futebol - Ponte Press
O presidente José Armando Abdalla (à esq.) acertou com Ronaldão como novo diretor de futebol
"Teremos que nos readequar ao orçamento que hoje é nossa realidade. Pretendo incentivar e investir muito na interação entre nosso time profissional e a base. Com muita seriedade, traçar objetivos bem definidos e conquistá-los", afirmou o novo dirigente pontepretano.

SOBRE ELE!
Ronaldo Rodrigues de Jesus tem 52 anos e foi revelado nas categorias de base do Rio Preto, mas se destacou mesmo com a camisa do São Paulo, clube que defendeu entre os anos de 1986 e 1993, conquistando inúmeros títulos - bi brasileiro, bi da Libertadores e bi do Mundial de Clubes, entre outros. O zagueiro disputou mais de 300 jogos pelo Tricolor.

Depois, passou por Shimizu S-Pulse-JAP, Flamengo, Santos e Coritiba até chegar na Ponte em 1998. Ficou quatro temporadas até pendurar as chuteiras. Ronaldão defendeu a Macaca em um dos melhores momentos da história do clube e teve uma identificação muito grande.

"Estou feliz por retornar pra esta que é a minha casa. Meu objetivo maior é recolocar a Ponte no lugar dela, de onde nunca deveria ter saído", comentou o ex-jogador, que é administrador de empresas e chegou a atuar como empresário de atletas de futebol, mas parou em 2010.

Pela Seleção Brasileira, Ronaldão disputou 14 partidas e marcou três gols. Ele fez parte do elenco tetracampeão mundial em 1994.