Ponte Preta 0 x 1 Bragantino - Macaca segue sem vencer em casa e se complica

Por outro lado, o Massa Bruta entrou de vez na briga por uma vaga nas quartas de final do torneio

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 05 (AFI) - A Ponte Preta segue sem vencer no Estádio Moisés Lucarelli no Campeonato Paulista. Na noite desta segunda-feira, o time campineiro perdeu para o Bragantino pelo placar de 1 a 0, pela décima rodada, ligando assim o sinal de alerta para esta reta final da competição. A partida contou com o Projeto Futebol Sustentável, que mais uma vez foi um sucesso levando mais de 5 mil torcedores ao campo.

O resultado fará com que a Ponte Preta lute contra o rebaixamento nas últimas rodadas. O clube campineiro está na 14ª colocação na classificação geral, com dez pontos, apenas dois a mais do que o Santo André, vice-lanterna. O Bragantino, por outro lado, entrou subiu para a vice-liderança do Grupo A, com 15 pontos. O Corinthians, primeiro, soma 17.

O duelo teve transmissão direto do Moisés Lucarelli da Rádio FI e da nova plataforma digital através do YouTube. A narração foi de Marcelo Corsato, comentários de Guina Paiva, reportagens de Elson Mariano, com Carlos Corsato no Placar Ao Vivo e Giovane Paiola comandando a TV Futebol Interior.

BRAGA SURPREENDE!
Em situação delicada no Campeonato Paulista, a Ponte Preta empurrou o Bragantino para o campo defensivo afim de surpreender nos minutos iniciais. A oportunidade surgiu com Renan Fonseca, que recebeu belo passe de Orinho e cabeceou na trave.

Ponte Preta perde para o Bragantino no Moisés Lucarelli
Ponte Preta perde para o Bragantino no Moisés Lucarelli
O Bragantino, por sua vez, não se retraiu, muito pelo contrário, estava disposto a jogar, sonhando com uma possível classificação. Na primeira tentativa, Matheus Peixoto arriscou de longe, mas mandou pela linha de fundo, rente à trave ao gol de Ivan.

No entanto, a equipe de Bragança Paulista foi gostando do jogo e abriu o placar aos 33 minutos. William Schuster acionou Matheus Peixoto em velocidade. O atacante apareceu livre entre dois defensores e tocou na saída de Ivan.A Ponte ainda chegou a responder com Silvinha, mas Alex Alves fez grande defesa para evitar o gol de empate.

QUE SITUAÇÃO!
Os gritos de ‘time sem vergonha’ vindo das arquibancadas mexeram com o emocional dos jogadores da Ponte Preta, que se mostraram instáveis no segundo tempo. Em meio à precipitações e erros de passes, o time campineiro esboçava alguma reação, como aos 25 minutos. Emerson avançou pelo lado direito e tocou para Léo Artur, que pegou de primeira e mandou no travessão.

Torcida compareceu em bom número para tentar apoiar a Ponte Preta
Torcida compareceu em bom número para tentar apoiar a Ponte Preta
Em vantagem no marcador, o Bragantino se fechou e começou a marcar com os 11 jogadores atrás da linha da bola. Em uma das melhores oportunidades, Anderson Ligeiro arriscou um cruzamento, pegou mal na bola e por pouco não a viu enganar o goleiro Ivan, que jogou para escanteio.

A Ponte Preta foi com tudo para cima do Bragantino nos minutos finais, mas não conseguiu evitar mais uma derrota dentro do Moisés Lucarelli.

PRÓXIMOS JOGOS
Na próxima rodada,o Bragantino enfrenta a Ferroviária na quinta-feira, às 17h, na Arena da Fonte Luminosa, em Araraquara. No mesmo dia, às 21h30, a Ponte Preta visita o Red Bull Brasil no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas.

Ficha Técnica

Fase
Fase de Grupos
Rodada
10ª rodada
Data
05/03/2018
Horário
20h00
Local
Moisés Lucarelli - Campinas (SP)
Árbitro
Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza

Renda
R$ 38.440,00
Assistentes
Fabricio Porfirio de Moura e Enderson Emanoel Turbiani da Silva

Público
5.326 torcedores
Cartões Amarelos
Ponte Preta: Orinho
Bragantino: Léo Jaime

Gols
Bragantino: Matheus Peixoto 33' 1T
Ponte Preta
Ivan;
Emerson, Renan Fonseca, Wesley Matos (Marciel) e Orinho;
Xavier (Gabriel Vasconcelos), Jeferson e Daniel;
Silvinho (Aaron), Léo Artur e Yuri
Técnico: Eduardo Baptista
Bragantino
Alex Alves;
Evandro, Juliano, Guilherme Mattis e Fabiano;
William Schuster, Adenilson e Vitinho;
Léo Jaime (Anderson Ligeiro), Matheus Peixoto (Miguel) e Gerley (Danilo Bueno)
Técnico: Marcelo Veiga
 
 
" />