Osvaldo Cruz 1 x 1 Independente - Decisão segue em aberto nas oitavas da Segundona

Os dois times voltam a se enfrentar na quarta-feira, em Limeira, e novo empate leva a disputa da vaga para os pênaltis

por Agência Futebol Interior

Osvaldo Cruz, SP, 22 (AFI) – Osvaldo Cruz e Independente ficaram no empate por 1 a 1 no Estádio Municipal Breno Ribeiro do Val, em Osvaldo Cruz, deixando a disputa das oitavas de final da Segunda Divisão do Campeonato Paulista em aberto.

Os dois times voltam a se enfrentar na próxima quarta-feira, em Limeira, pelo segundo jogo e quem vencer avança para as quartas de final. Em caso de novo empate, a decisão vai para os pênaltis.

VEJA OS MELHORES MOMENTOS

GALO NA FRENTE
Depois de um primeiro tempo muito disputado, o jogo parecia se encaminhar para um empate até o intervalo, mas o Independente chegou ao gol já aos 46 minutos, em uma jogada inusitada.

O time visitante lançou a bola de muito longe, ainda no campo de defesa, mas o goleiro Gabriel Kinzel demorou para sair do gol.

O atacante João Victor se aproveitou e antecipou o goleiro, tocando de cabeça por cobertura para o fundo do gol.

TUDO IGUAL
A resposta do Osvaldo Cruz veio aos 20 minutos da etapa final. Matheus aproveitou cobrança de escanteio da direita e desviou de cabeça na primeira trave para deixar tudo igual.

O time da casa ainda buscou a virada nos minutos finais, e deu espaço para os contra-ataques, mas ninguém conseguiu movimentar mais o placar, e o jogo terminou mesmo em empate por 1 a 1, deixando a decisão aberta para a partida de volta.

Ficha Técnica

Fase
Oitavas de Final
Rodada
1ª rodada
Data
22/11/2020
Horário
10h00
Local
Municipal Breno Ribeiro do Val - Osvaldo Cruz ()
Árbitro
Alysson Fernandes Matias

Assistentes
Claudenir Donizeti Gonçalves da Silva e Augusto Faria Calabio

Gols
Osvaldo Cruz: Mateus 20' 2T
Independente: João Vitor 46' 1T
Osvaldo Cruz
Gabriel Kinzel;
Profírio (Giovani), Carioca, Victor Lopes e Wilton Cesar;
Victor Hugo, Gustavo Amorim (Ataliba) e Hiago Alves;
Lucas Parra (Maranhão), Lukaku e Mosquito (Cristiano Lima).
Técnico: João Martins
Independente
Diego;
Felipe (Didi), Rufino, Michel Bennech e Rubens (Vinícius Antônio);
Pedro Santos, Maurício, Marcelo (Maycon Bezerra) e Victor Vinícius (Nilson);
João Victor e Fagner (Renato Henrique).
Técnico: Sandro Gomes de Miranda