Torcida do Palmeiras ataca ônibus do time antes de jogo pela Libertadores

Jjogadores ficaram irritados com o episódio e não deram entrevistas no desembarque no estádio

por Agência Estado

São Paulo, SP, 10 - A delegação do Palmeiras chegou ao Allianz Parque na noite desta quarta-feira com uma recepção bastante hostil. Um grupo de torcedores arremessou pedras e garrafas contra o veículo, que manobrava para chegar ao estacionamento da arena, onde o time enfrentaria o Junior Barranquilla, pela Copa Libertadores. O clube confirmou o ataque, que não feriu nenhum membro do elenco.

Os jogadores ficaram irritados com o episódio e não deram entrevistas no desembarque no estádio. A Polícia Militar acompanhou a chegada da delegação e logo dispersou o grupo de torcedores que aguardava o veículo.

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução
Imagens nas redes sociais mostram que o ônibus apresentou um pequeno dano na lateral provocado por uma das pedras arremessadas.

MAIS PROTESTOS
Também nesta quarta-feira, os muros do clube amanheceram pichados com protestos. Entre os recados, a torcida pediu as saídas do atacante Miguel Borja e da patrocinadora Leila Pereira, assim como xingou o time de "pipoqueiro" e criticou a torcida organizada Mancha Alviverde.

O Palmeiras vem de uma eliminação na semifinal do Campeonato Paulista para o São Paulo, nos pênaltis, no último domingo.

O time acumula três partidas seguidas sem marcar gols e passa pelo momento mais turbulento da temporada. Antes do clássico com o São Paulo, em que foi eliminada no Estadual, a equipe tinha sofrido a primeira derrota na Libertadores, ao perder por 1 a 0 para o San Lorenzo, na Argentina.

ASSISTA AO ATAQUE AO ÔNIBUS PALMEIRENSE:

Espaço incorporado por HTML (embed)