Paulista A2: Autor do primeiro gol do Nacional agradece ex-técnico e projeta sequência

Everton Tchê agradeceu ao antigo técnico Alan Aal e projetou uma sequência com Jorginho na competição

por Agência Futebol Interior

São Paulo, SP, 05 (AFI) - Everton Tchê marcou o primeiro gol do Nacional Atlético Clube-SP no Campeonato Paulista A2 2019. Após quatro partidas “em branco”, o Naça foi às redes pela primeira vez com um atleta do meio para trás, e não um atacante.

Everton Tchê falou sobre o trabalho realizado por Allan Aal e projetou a sequência do campeonato, agora sob ordens de Jorginho. “Queria ressaltar o grande trabalho do professor Allan, que conseguiu fazer um ótimo trabalho, mas infelizmente o resultado com ele não apareceu. Mas quero agradecer a ele por tudo e pelo grande trabalho, pela confiança que nos passou. E agora a gente vai dar continuidade com o novo professor para acertar alguns detalhes e consequentemente conseguir os resultados”, disse o volante.

O novo treinador estreia à beira do gramado no sábado (9), às 16 horas, contra o São Bernardo-SP, no confronto válido pela 6ª rodada do Campeonato Paulista A2 2019 que será disputado no Estádio Nicolau Alayon, na Barra Funda, em São Paulo (SP). Após marcar o primeiro gol na competição, o Nacional-SP segue em busca agora da primeira vitória.

Aos 46 minutos do primeiro tempo ele subiu mais alto que a defesa adversária e, de cabeça, empatou um jogo que se mostrava complicado. O tento foi anotado no empate em 1 a 1 com o Clube Atlético Linense-SP, em confronto disputado na noite de sábado (2), no Estádio Municipal Gilberto Siqueira Lopes, em Lins (SP), válido pela 5ª rodada.

Dois minutos antes de empatar a partida em Lins (SP), o camisa 8 acabou envolvido no pênalti que, após cobrança perfeita de Thiago Humberto, colocou o time da casa em vantagem. A resposta ao erro foi o primeiro gol do Naça no Paulistão A2 2019.

“Foi um lance muito rápido. Acabei ficando meio sem reação, quis cortar o passe dele, mas acabei chutando a perna e o juiz deu pênalti. Graças a Deus, no finalzinho do primeiro tempo, consegui fazer o gol e acho que isso deu ânimo a nossa equipe voltar para o segundo tempo, fazer um bom trabalho e sair com um empate daqui”, explicou.

O Nacional-SP vem de três empates seguidos no Estadual. Além disso, após empatar em 0 a 0 com o Rio Claro-SP, na 4ª rodada, trocou Allan Aal por Jorginho, comandante com boas passagens por Palmeiras-SP, Portuguesa-SP e Ponte Preta-SP. Contra o Linense-SP, o novo técnico assistiu nas arquibancadas. O auxiliar técnico fixo do Naça, Ricardo Silva, ficou à beira do gramado.

 
 
" />