Série D: Destaque e técnico exaltam mentalidade em vitória do Ituano

Atacante Marcelinho e técnico Vinicius Bergantin analisam confronto das oitavas contra o Vitória-ES

por Federação Paulista (FPF)

Itu, SP, 09 (AFI) - O Ituano segue como um potencial candidato ao acesso depois de vencer o Vitória-ES neste sábado (8), pelo placar de 2 a 1, no estádio Novelli Junior, pela partida de volta das oitavas de final da Série D do Campeonato Brasileiro. Com gols de Claudinho e Gui Mendes, a equipe conquistou a virada na segunda etapa para seguir na competição.

O atacante Claudinho comentou a importância da mentalidade e concentração para buscar a classificação no próximo confronto.

O Ituano segue na briga pelo acesso na Série D
O Ituano segue na briga pelo acesso na Série D
“Nosso grupo tem uma mentalidade muito boa. Não nos empolgamos quando passamos pela Caldense. E agora não vamos nos empolgar. Temos um grupo mesclado com jogadores experientes e jovens. O Vinicius sabe trabalhar bem o elenco e vai nos manter com os pés no chão. Se perder a classificação na próxima fase de nada terá adiantado. Por isso vamos manter a concentração para atingirmos o objetivo”, alerta.

Autor do segundo tento, o atleta, que figura na equipe principal do Ituano desde 2014, recorda momento decisivo do encontro: o gol de virada em cobrança de pênalti.

“É uma responsabilidade muito grande. Diferente dos últimos anos, estou me sentindo mais leve. Com a cabeça mais focada. Com o passar do tempo você vai ganhando experiência. Hoje fui feliz na cobrança, mas o batedor oficial é o Correa”, indica Claudinho.

PALAVRAS DO COMANDANTE
Para o técnico Vinicius Bergantin, a equipe mandante era dominante no setor ofensivo, porém, faltava eficiência para finalizar as chances criadas. No entanto, o cenário da partida se alterou a partir do momento do gol do Vitória-ES.

“Isso acabou nos ajudando. A partir do gol passamos a definir mais as jogadas. A gente não estava definindo. O primeiro gol saiu de um cruzamento que nós não estávamos fazendo. E o próprio pênalti saiu de um chute de Claudinho. Passamos a ter uma maior agressividade em busca dos gols”, analisa o comandante rubro-negro.